Homem acusado de roubar mais de 500 galinhas é preso em Parauapebas

Valdo da Silva Pereira, de 44 anos de idade, foi preso em Paraupebas, sudeste paraense, sob a acusação de roubar mais de quinhentas galinhas no município. O homem, que se diz inocente, foi levado pela Ronda Rural do 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM) até a delegacia, após ser capturado por populares após várias denúncias contra ele por roubo das aves.

A principal acusação vem de um colono da comunidade de Cedere 1, às margens da rodovia PA-160, que alega que Valdo roubou  200 aves dele e 360 de seu cunhado, sem contar os pássaros de outros vizinhos.

Segundo o sargento Herivaldo, do 23º BPM, vários relatos contam que, após os crimes, ele era sempre visto à beira da estrada com as galinhas em sacos. O agricultor que foi roubado então montou uma situação para pegar o suspeito em flagrante. Depois de resistir, o ladrão de galinhas decidiu se entregar e foi amarrado por populares, até a chegada da PM.

Helder Barbalho pode rever isenções fiscais concedidas por Simão Jatene

Agência Brasil

Classificadas pelo governador Helder Barbalho (MDB) como “no mínimo, estranhas”, as isenções fiscais concedidas pelo ex-governador Simão Jatene (PSDB) são alvo de um pente-fino da atual gestão. O atual governador do Pará informou que sua equipe elabora um relatório sobre a situação das empresas que, hoje, recebem o benefício no estado. O documento deve ser enviado à Assembleia Legislativa nos próximos dias, juntamente com o projeto de modernização das leis tributárias estaduais.

“Soa, no mínimo, estranho que isso tenha sido feito na reta final do governo, no momento em que tínhamos uma equipe de transição já trabalhando”, disse o governador, durante uma entrevista coletiva, após reunião com representantes da indústria, comercio e parlamentares da bancada paraense no Congresso, essa semana, em Belém.

Anatel vai bloquear celulares no Pará sem certificação neste domingo

Akira Onuma / Arquivo O Liberal

Celulares sem certificação serão bloqueados a partir do próximo domingo, 24, em quatro estados da região Norte (Amazonas, Roraima, Pará, Amapá); na região Nordeste (Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia); e em dois estados da região Sudeste (Minas Gerais e São Paulo). A medida vale para aparelhos habilitados a partir do dia 7 de janeiro deste ano.

A ação faz parte do projeto Celular Legal da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que se encontra em sua última etapa. Já foram bloqueados 244.217 celulares em todo o Brasil e foram enviadas 531.446 mensagens de aviso a celulares irregulares até o momento.

Caminhada contra a Reforma da Previdência toma ruas de Belém

Igor Mota

Após se concentrarem em frente ao Banco do Brasil, na avenida Presidente Vargas, com a rua Santo Antonio, no bairro da Campina, representantes de várias categorias fazem uma caminhada na manhã desta sexta-feira (22), em Belém. Professores, urbanitários, bancários, químicos, trabalhadores dos Correios e da Central Única dos Trabalhadores, entre outras categorias, protestam contra a Reforma da Previdência.

Eles seguem até o prédio do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), na avenida Nazaré. O ato público, que ocorre em várias cidades do País, também prevê outra concentração na Praça da República e ações em várias outras cidades paraenses.

Quadrilha do ‘golpe do boleto’ chegou a faturar R$ 19 milhões

Uma quadrilha faturou ao menos R$ 19 milhões com golpes aplicados por meio de falsificação de boletos bancários, no Distrito Federal e em Goiás. Doze pessoas foram presas ontem. Mas há outras investigadas, incluindo um servidor Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspeito de aumentar os ganhos do bando por meio da compra e venda de moedas virtuais.
A investigação que apurou os crimes em série resultou na Operação Ecommerce 2. Agentes cumpriram mandados em 25 endereços do Plano Piloto, de São Sebastião, do Guará, Recanto das Emas e em municípios goianos, como a capital do estado, Aparecida de Goiânia, Anápolis e Hortolândia. Uma equipe apreendeu um computador no STJ. O equipamento funcional era usado pelo servidor investigado.
Além de prender os principais suspeitos e recolher material que será usado como prova, os agentes apreenderam R$ 300 mil em espécie; 10 veículos de luxo; uma moto aquática; uma lancha; e mais de 150 telefones celulares.

1,3 milhão de aposentados podem ter o benefício de março bloqueado

Cerca de 1.334 milhão de aposentados e pensionista doInstituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem ficar sem receber o benefício referente a março. Segundo a Federação Brasileira dos Bancos, (Febraban) o número se refere ao número de segurados que não fez a chamada prova de vida nos últimos 12 meses.  O bloqueio está previsto na Medida Provisória 871/2019, que instituiu um novo pente fino e medidas para combater pagamentos indevidos e fraudes.

A prova de vida é um procedimento obrigatório desde 2012, porém anteriormente não havia o bloqueio automático de quem deixou de  comparecer ao banco no último ano.

Sede administrativa do Governo é transferida temporariamente para o oeste do Pará

De hoje (20) até sábado (23) o município de Santarém, no Oeste paraense, será a capital do Estado. A sede administrativa do Governo do Pará será transferida temporariamente para a cidade. A medida faz parte do Programa Governo Por Todo o Pará, cujo objetivo é aproximar a gestão estadual da população de todo o Estado.

“Vamos visitar diversas cidades, fazer plenária para discutir o plano plurianual, inaugurar obras, visitar obras em andamento”, afirma o governador Helder Barbalho. “Vamos liberar os recursos para a retomada das obras do Hospital Materno Infantil, que vai atender Santarém e toda a região. Será uma agenda de presença de governo, para que as pessoas possam ter a consciência e absoluta certeza de que daqui pra frente é governo presente para cuidar das pessoas e cuidar da nossa gente”, complementou Helder, em vídeo divulgado em seu Twitter.

Major Sebastião Curió, que comandou a repressão à Guerrilha do Araguaia, é alvo de nova denúncia

A ação penal é assinada por oito Procuradores da República que integram a Força Tarefa Araguaia e foi apresentada à Justiça Federal em Marabá, tratando do assassinato, tortura e ocultação dos cadáveres de Cilon da Cunha Brum (“Simão”) e Antônio Teodoro de Castro (“Raul”).

Entenda o caso

Segundo a denúncia, “Sebastião Curió, no início do ano de 1974, no município de Brejo Grande do Araguaia, no Pará, no exercício ilegal das funções que desempenhava no Exército brasileiro, em contexto de ataque generalizado e sistemático – e com pleno conhecimento das circunstâncias deste ataque – contra opositores do regime ditatorial e população civil, matou, em concurso com outros membros das Forças Armadas ainda não totalmente identificados, Cilon da Cunha Brum e Antônio Teodoro de Castro. (…) Em seguida, o denunciado, coordenando ações finalisticamente dirigidas à produção do resultado, com o auxílio de outros militares, ocultou os cadáveres das vítimas, os quais ainda permanecem ocultos, a fim de apagar os vestígios do crime de homicídio e se manter impune.”

Trump diz querer Bolsonaro como aliado na Otan, organização militar de defesa

O presidente Jair Bolsonaro segue com o presidente dos EUA Donald Trump para o Rose Garden, na Casa Branca — Foto: Evan Vucci/APO presidente Jair Bolsonaro segue com o presidente dos EUA Donald Trump para o Rose Garden, na Casa Branca — Foto: Evan Vucci/AP

O presidente Jair Bolsonaro segue com o presidente dos EUA Donald Trump para o Rose Garden, na Casa Branca — Foto: Evan Vucci/AP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou no início da tarde desta terça-feira (19) que quer o governo de Jair Bolsonaro na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), organização militar comum de defesa, com 28 países-membros.

Trump e Bolsonaro deram declaração à imprensa após encontro e almoço na Casa Branca, em Washington.

“Como disse tenho a intenção de designar o Brasil como um aliado fora da Otan especial e até um aliado dentro da Otan, isso poderia melhorar nossa cooperação. Nossas nações estão trabalhando juntas para proteger o povo do terrorismo do crime transnacional e do tráfico de drogas, armas e pessoas, algo que é prioridade”, disse Trump.