Home / Polícia / Assassinato do Prefeito de Davinópolis: Policial militar do Pará é preso com mais três acusados

Assassinato do Prefeito de Davinópolis: Policial militar do Pará é preso com mais três acusados

A Polícia Civil do estado do Maranhão, no início da manhã desta terça-feira (11), cumpriu 4 mandados de prisão contra os acusados do assassinado do prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, ocorrido no dia 11 de novembro de 2018. O prefeito foi vítima de sequestro quando estava em sua chácara, localizada, no povoado Jussara, na cidade de Davinópolis.

Segundo uma nota publicada pela polícia militar, na época, o corpo do prefeito foi localizado, por volta de 9 horas da manhã, de 11/11/2018, no povoado Mata Grande. Os mandados judiciais foram executados nas cidades de Grajaú e Imperatriz, ambas no Maranhão e na cidade de Dom Eliseu, sudeste do Pará.

Durante a operação, foram presos Francisco de Assis Bezerra Soares, conhecido como “Tita”, Cabo da Policícia Militar do Estado do Pará, lotado na cidade de Dom Eliseu; o mecânico José Denilton Guimarães, vulgo “Boca Rica”, segundo as investigações teria contratado os pistoleiros;Willame Nascimento da Silva, Sargento da Polícia Militar do Maranhão, lotado em Grajaú,pistoleiro, e Jean Dearlen dos Santos, alcunha de “Jean Listrado”, outro cooptado para realizar a execução. De acordo com Polícia Civil, existe um mandante para o assassinato de Ivanildo Paiva, mas o nome ainda não pode ser divulgado.

Segundo a Polícia Civil, Ivanildo Paiva entrou em luta corporal com seus algozes, foi imobilizado, levado para o meio do mato e executado com vários tiros. Agora, a tarefa dos policiais civis é identificar e prender o mandante do assassinato do Ex-Prefeito da cidade de Davinópolis, no estado do Maranhão.

Check Also

Polícia diz que fazenda Novo Mundo em Itupiranga, no PA, não está em processo de reforma agrária

 Delegacia de Conflitos Agrários (Deca) da Polícia Civil em Marabá, sudeste do Pará, informou nesta …