Home / Política / Atos do dia 25 vão apoiar impeachment de ministros do STF e Deltan na PGR

Atos do dia 25 vão apoiar impeachment de ministros do STF e Deltan na PGR

A manifestação convocada para domingo 25 para dezenas de cidades do país tem como ponto central a defesa do veto pelo presidente Jair Bolsonaro do projeto que pune o abuso de autoridade, aprovado pelo Congresso Nacional, mas a pauta deve contemplar pedidos pelo impeachment dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes e a nomeação do procurador Deltan Dallagnol para procurador-geral da República.

A pauta de ataques ao STF, especialmente a Toffoli, e a outras instituições é um tema que desagrada ao próprio Bolsonaro e lideranças bolsonaristas. Em maio, quando atos convocados inicialmente para defender o governo ocorreram em todo o país, o porta-voz da presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que o presidente, que havia decidido não participar dos atos, orientou seus ministros a também não comparecerem, em razão do tom belicoso com que os atos eram convocados. Naquela ocasião, um dos principais alvos dos bolsonaristas era o Congresso Nacional, tido como principal fiador da reforma da Previdência, por exemplo, aprovada na Câmara dos Deputados e tramitando, agora, no Senado.

Check Also

Adeus PSL: Bolsonaro pode ingressar na nova UDN

O militante de extrema-direita Marcus Alves, fundador e presidente União Democrática Nacional (UDN), declarou nesta …