Home / Notícias / Bancos deram R$ 165 milhões para desmatadores da Amazônia

Bancos deram R$ 165 milhões para desmatadores da Amazônia

Nos últimos 12 anos, bancos repassaram R$ 165 milhões em financiamentos subsidiados com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES) para empresas que tiveram áreas embargadas por desmatamento na Amazônia . Entre as instituições que liberaram empréstimos para desmatadores estão algumas dos maiores do país, como Bradesco, Itaú, Banco do Brasil e Santander.

Os dados são um levantamento do GLOBO com base em informações do BNDES e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). No tipo de repasse analisado pela reportagem, o financiamento passa pela análise da equipe do banco que fornece o empréstimo, e não pela do BNDES.

O Bradesco foi o maior financiador de empréstimos a desmatadores nos últimos anos, repassando R$ 94 milhões, 59% do total. Já o Itaú repassou R$ 8,1 milhões. Ao todo, foram identificadas 343 operações para 28 empresas beneficiadas por empréstimos nos oitos estados da Amazônia Legal.

Check Also

Obras de reconstrução da PA-150 chegam a três cidades do sudeste paraense

 | Ascom/Setran As obras de reconstrução de 65 quilômetros da PA-150, no sudeste do Pará, …