Home / Notícias / Corregedoria nacional do CNJ investiga juízes do Pará

Corregedoria nacional do CNJ investiga juízes do Pará

Nos áudios encaminhados ao corregedor Humberto Martins e cuja divulgação foi veiculada esta semana nas redes sociais, aparecem diálogos entre Adamor Aires, um interlocutor, além de uma voz que supostamente seria do juiz Raimundo Flexa, tratando sobre pagamento de propina de R$ 60 mil ao juiz Marco Antonio Castelo Branco.

Também surge o nome do juiz de Ourém, Omar José Miranda Cherpinsk, que afastou o prefeito do cargo, em suposta cobrança de propina de R$ 150 mil feita por meio do cartorário daquele município.
Os áudios foram editados e neles um locutor faz ilações e críticas aos envolvidos, enfatizando de forma negativa a participação do prefeito no episódio.

Check Also

Em 4 meses, pente-fino do INSS cancelou ou suspendeu pagamento de 261 mil benefícios

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil  Desde que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deu início …