Home / Política / Davi Alcolumbre, eleito presidente do Senado, é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal

Davi Alcolumbre, eleito presidente do Senado, é alvo de dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal

Alcolumbre foi eleito presidente do Senado. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil (Crédito: )

Alcolumbre foi eleito presidente do Senado. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil

POR BRUNNO MELO

Crimes eleitorais, contra a fé pública e uso de documento falso. São essas as acusações contra o novo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, que constam em dois inquéritos contra ele no Supremo Tribunal Federal. É o que mostra o levantamento feito pela CBN nos processos envolvendo o nome do senador. Um deles, de número 4353, corre em segredo de Justiça e não é possível ter acesso a detalhes da acusação. O outro, registrado no STF com o número 4677, traz detalhes da denúncia encaminhada pelo Ministério Público Federal do Amapá sobre supostas irregularidades cometidas por Alcolumbre na campanha de 2014.

No Senado, a prestação de contas de Alcolumbre também revela gastos expressivos. De 2015 a 2018, ele gastou R$ 1.746.000,00 da cota de gabinete. A maior parte, R$ 761 mil, com a divulgação da atividade parlamentar. Outros R$ 459 mil foram desembolsados pelos cofres públicos para pagar hospedagens, alimentação, locação de veículos e combustíveis para o senador.

Check Also

Governadores pressionam governo federal para garantir ações concretas

Depois de quatro meses de pedidos sem respostas, os governadores decidiram deixar de debater propostas …