Home / Notícias / Deputado aciona a Procuradoria Geral da República contra filme que apresenta Jesus como gay

Deputado aciona a Procuradoria Geral da República contra filme que apresenta Jesus como gay

O deputado Otoni de Paula (PSC-RJ) apresentou um ofício a Augusto Aras contra o especial de Natal do Porta dos Fundos na Netflix.

Ele pede que seja proibida a veiculação do filme, que apresenta Jesus Cristo como gay.

Segundo o parlamentar, o conteúdo é ilegal por violar o artigo 208 do Código Penal: “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso.”.

“Porta dos Fundos, por sua vez, viola toda a legislação pertinente ao perverter o sentido da consciência cristã, da fé e da crença religiosa. Parecendo contar com a impunidade. A fé cristã foi ultrajada pelo Porta dos Fundos e Netflix em nível jamais imaginável. O recurso da TV a cabo e a dinâmica do canal Netflix ampliam a propagação do escárnio criminoso.”

Check Also

Obras de reconstrução da PA-150 chegam a três cidades do sudeste paraense

 | Ascom/Setran As obras de reconstrução de 65 quilômetros da PA-150, no sudeste do Pará, …