Home / Notícias / Justiça nega pedido da Vale para retomar Onça Puma, em Ourilândia, no Pará

Justiça nega pedido da Vale para retomar Onça Puma, em Ourilândia, no Pará

Reuters

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou recurso no qual a mineradora Vale pedia retomada das operações da mina e da usina do empreendimento Onça Puma, no sul do Pará, e a suspensão dos depósitos mensais às comunidades indígenas xikrin e kayapó. As informações foram repassadas pelo Ministério Público Federal no Estado na última quarta-feira (6).

A Vale informou que recorreu da decisão, requerendo o retorno da atividade de mineração “com base nos laudos elaborados por peritos judiciais que comprovam a inexistência de relação entre a suposta contaminação do rio Cateté e as atividades desenvolvidas na mina de Onça Puma”.

A decisão da Justiça foi tomada na última sexta-feira (1º) e ocorre em meio às consequências do rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora em Brumadinho (MG). A paralisação das atividades em Onça Puma foi determinada em novembro do ano passado por supostos danos ambientais e à saúde no sul paraense.

Check Also

TSE nega ação de Mário Couto contra políticos do Pará

O ministro Edson Fachin negou seguimento à Ação Cautelar nº 0600023-24.2019.6.00.0000,  com pedido de liminar, na qual …