Home / Notícias / Major Sebastião Curió, que comandou a repressão à Guerrilha do Araguaia, é alvo de nova denúncia

Major Sebastião Curió, que comandou a repressão à Guerrilha do Araguaia, é alvo de nova denúncia

A ação penal é assinada por oito Procuradores da República que integram a Força Tarefa Araguaia e foi apresentada à Justiça Federal em Marabá, tratando do assassinato, tortura e ocultação dos cadáveres de Cilon da Cunha Brum (“Simão”) e Antônio Teodoro de Castro (“Raul”).

Entenda o caso

Segundo a denúncia, “Sebastião Curió, no início do ano de 1974, no município de Brejo Grande do Araguaia, no Pará, no exercício ilegal das funções que desempenhava no Exército brasileiro, em contexto de ataque generalizado e sistemático – e com pleno conhecimento das circunstâncias deste ataque – contra opositores do regime ditatorial e população civil, matou, em concurso com outros membros das Forças Armadas ainda não totalmente identificados, Cilon da Cunha Brum e Antônio Teodoro de Castro. (…) Em seguida, o denunciado, coordenando ações finalisticamente dirigidas à produção do resultado, com o auxílio de outros militares, ocultou os cadáveres das vítimas, os quais ainda permanecem ocultos, a fim de apagar os vestígios do crime de homicídio e se manter impune.”

Check Also

Ameaças de morte de bolsonaristas fazem Feira do Livro em SC cancelar participação de Miriam Leitão

Míriam Leitão. Foto: Reprodução TV Globo Por Redação    A organização da 13ª Feira do Livro …