Home / Polícia / Operação fecha garimpo ilegal na região do Xingu

Operação fecha garimpo ilegal na região do Xingu

O fechamento de um garimpo ilegal dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) Triunfo do Xingu, entre os municípios de São Félix do Xingu e Altamira, no sudoeste do estado, paralisou a exploração ilícita de ouro e estanho (minério usado em larga escala na indústria, para produzir embalagens de metal).

A interdição da atividade clandestina foi resultado da Operação Amazônia Viva, na terça-feira (29), coordenada pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), que faz parte da Força Estadual de Combate ao Desmatamento no Pará.

As equipes são formadas por fiscais da Semas, policiais militares do Batalhão de Polícia Ambiental(BPA) e Batalhão de Operações Especiais (Bope), policiais civis da Delegacia Especializada em Conflitos Agrários (Deca), peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, com apoio do Grupamento Aéreo da Secretaria de Segurança Pública (Graesp) atuaram de maneira estratégica, por terra e pelo ar.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 6886_157b2849-f64b-ee12-a9ef-6287da8b8931.jpg

Segundo os coordenadores da ação, para não serem percebidos e conseguirem o efeito surpresa na abordagem, uma equipe foi lançada da aeronave aproximadamente a 3 km de distância do garimpo e caminharam por dentro da mata até a área da garimpagem, onde flagraram e mantiveram todas as pessoas encontradas no local sob vigilância até a chegada do reforço.

A outra equipe percorreu em caminhonetes cerca de 400km de estradas de chão e ramais chegando no garimpo momentos depois da primeira equipe.

No local foram apreendidos duas retroescavadeiras, dois caminhões, um trator, quatro motores elétricos, um gerador elétrico, motosserras, além de duas armas de fogo. Sete pessoas foram presas e dois barracos destruídos.

Check Also

Polícia Federal bloqueia R$ 8 milhões de bando que fraudava licitações

Nesta quarta-feira (14), a Polícia Federal deflagrou a segunda fase da operação “Tudo Nosso e …