Mulher traída deixa roupas do marido em agência bancária no AC

Crédito: Reprodução

Um vídeo chamou a atenção nas redes sociais nesta quarta-feira (21). Nas imagens, uma mulher chega em uma agência bancária de Rio Branco, com dois sacos de lixo e, dentro deles, ela leva as roupas do marido.

Ela mesmo pediu que gravassem ovídeo. Sem fazer confusão e em tom de deboche, ela diz que foi deixar as roupas do homem para a amante.

Ao entrar na agência com os sacos cheios de roupa, ela pede atenção de todos.

“Bom dia, gente, vocês podem não estar entendendo, mas o meu marido, a pessoa que eu convivia há 15 anos me traiu, ele trabalha aqui e foi com uma funcionária daqui. Eu como sou uma boa dona de casa, uma boa mãe e uma boa ‘corna’, vim devolver as roupas todinhas. As roupas que eu comprei, porque eu ajudo ele em casa, ele não me sustenta, ajudo ele”, começa falando.

“Eu disse pra ela que vinha deixar e estou cumprindo o que eu prometi: aqui as roupinhas do ‘princeso’ dela, do príncipe encantado, está tudo aqui. A partir de hoje é dela, não é meu”, finaliza agradecendo a quem a escuta.

Giro Veja: ONU e Macron se manifestam sobre queimadas na Amazônia

As queimadas na Amazônia estão repercutindo pelo mundo. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, afirmou pelo Twitter estar “profundamente preocupado” com os incêndios. “A Amazônia precisa ser protegida”, escreveu. O presidente da França, Emmanuel Macron, também se manifestou pela rede social: “Nossa casa está queimando. Literalmente. A Amazônia, o pulmão que produz 20% do oxigênio do nosso planeta – está em chamas. É uma crise internacional”. Macron convocou a cúpula do G7, que ocorre neste fim de semana em Biarritz, na França, para discutir de forma urgente o assunto.

Atos do dia 25 vão apoiar impeachment de ministros do STF e Deltan na PGR

A manifestação convocada para domingo 25 para dezenas de cidades do país tem como ponto central a defesa do veto pelo presidente Jair Bolsonaro do projeto que pune o abuso de autoridade, aprovado pelo Congresso Nacional, mas a pauta deve contemplar pedidos pelo impeachment dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes e a nomeação do procurador Deltan Dallagnol para procurador-geral da República.

A pauta de ataques ao STF, especialmente a Toffoli, e a outras instituições é um tema que desagrada ao próprio Bolsonaro e lideranças bolsonaristas. Em maio, quando atos convocados inicialmente para defender o governo ocorreram em todo o país, o porta-voz da presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que o presidente, que havia decidido não participar dos atos, orientou seus ministros a também não comparecerem, em razão do tom belicoso com que os atos eram convocados. Naquela ocasião, um dos principais alvos dos bolsonaristas era o Congresso Nacional, tido como principal fiador da reforma da Previdência, por exemplo, aprovada na Câmara dos Deputados e tramitando, agora, no Senado.

Carro parte ao meio e pega fogo após acidente na PA-279, em São Félix do Xingu

Duas pessoas ficaram feridas em um acidente na PA-279 em são Félix do Xingu, sudeste do Pará. Segundo testemunhas, o motorista do carro vinha em alta velocidade, perdeu o controle da direção em uma curva e bateu na cabeceira de uma ponte. O carro partiu ao meio e ainda pegou fogo.

Apesar da gravidade do acidente, o motorista teve apenas ferimentos leves e ainda conseguiu tirar a passageira com vida de dentro do veículo em chamas. Os dois foram socorridos pelo Samu e encaminhados para o hospital municipal de São Félix do Xingu.

Bolsonaro: ‘tendência’ é enviar Exército para região amazônica

Akemi Nitahara / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a “tendência” é que o governo acione tropas do Exército para auxiliar no combate aos incêndios na região amazônica, o que ocorreria por meio de uma operação de Garantia de Lei e da Ordem (GLO).

“É uma tendência. A tendência é essa, a gente fecha agora de manhã”, disse o presidente ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta sexta-feira, 23.

Bolsonaro lembrou que organizou uma “reunião muito grande ontem” no Planalto para discutir a situação – oito ministros participaram do encontro. “Discutimos muita coisa. O que estiver ao nosso alcance nós faremos”, declarou o presidente. Em seguida, questionado por jornalistas se isso contemplaria liberação de recursos, ele disse que “o problema é recurso”.

Cantor gospel morre em altar de igreja após dizer “obrigado Deus por tudo”

Cantor gospel morre em altar de igreja após dizer “Obrigado Deus por tudo”. A morte do cantor Frederico Santos pegou a igreja evangélica Pedra Edificante no Estado do Ceará de surpresa.

O cantor foi convidado pelo Pastor João Helliton para cantar na noite do último domingo na igreja Pedra Edificante, o cantor confirmou a presença para participar do evento da igreja que estava em festa comemorando o aniversário da igreja.

Segundo o Pai de Frederico, o filho sempre foi um ótimo filho e desde criança já cantava na igreja e sempre foi elogiado pelo seu timbre de voz agudo. O pais ainda afirmou que o filho sempre pediu para Deus que se fosse para morrer ele queria que fosse no altar.

Parece que o desejo de Frederico foi atendido, ele estava cantando a música TU ÉS FIEL SENHOR quando de repente ele caiu e logo em seguida a igreja já começou a clamar a Deus e outras pessoas já foram ajudar o cantor.

O pastor conta que a morte dele foi repentina, ele estava cantando e de repente ouviu-se ele falando “Obrigado Deus por tudo” e ele caiu no chão completamente morto. Fiéis da igreja tentaram reanima-lo sem sucesso e logo em seguida o SAMU chegou, mas já era tarde o cantor de apenas 39 anos já estava morto.

A família está abalada, principalmente o Pai que sempre acompanhou a carreira do filho. Frederico Santos estava noiva há 3 meses e não tinha filhos.

Senador Zequinha Marinho retira apoio a novo plebiscito sobre divisão do Pará

 | Roque de Sá/Agência Senado

O senador paraense Zequinha Marinho (PSC) entrou com uma solicitação no Senado Federal, na noite desta terça-feira (20), para retirar a assinatura de apoio ao projeto de decreto legislativo de autoria do senador Siqueira Campos (DEM-TO) que estabelece a realização de um novo plebiscito para criação do estado do Tapajós.

De acordo com o portal “O Estado Net”, Zequinha encaminhou ofício à Mesa Diretora do Senado tornando sem efeito sua assinatura ao projeto, que tem apoio do senador Paulo Rocha ( PT-PA). A informação foi confirmada pela assessoria de Marinho.

(DOL com informações do portal O Estado Net)

Deputado Chamonzinho diz governo Helder está construindo estradas na Calha Norte

 |

O deputado estadual Chamonzinho (MDB) rebateu as críticas do também parlamentar, deputado Júnior Hage (PDT) sobre a falta de construção de estradas na região oeste do Pará. A defesa foi feita na manhã desta quarta-feira (21) em pronunciamento na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa).

Em seu discurso, o parlamentar, além de afirmar que existem obras em andamento e outras prontas para serem licitadas, listou exemplos, reforçou que é preciso ser responsável com a coisa pública e criticou o governo anterior que deixou uma herança negativa para o estado do Pará.

“Nós recebemos o Estado com um caos na segurança pública, na educação, na saúde, problemas graves nas Estradas, que já estão esburacadas. O [atual] Governo já recebeu esburacadas, apesar dos milhões gastos nas estradas do Pará [pelo anterior]”, critica.

Chamonzinho lista também algumas obras que foram iniciadas em julho deste ano e justifica que isso só foi possível devido ao inverno amazônico nos meses anteriores, que iriam prejudicar o andamento das obras.

“O governador não é mágico. O governador não tem a varinha de condão para resolver os problemas de um governo [passado] que deixou oito anos as estradas que estão aí acabadas. O meu município, por exemplo, também tem buraco, mas quem deixou? O governo anterior. O governador [atual] ia arrumar no inverno? Ele ia jogar o dinheiro fora”, justificou.

” Bolsonaro pede ajuda de empresários para que “velha esquerda” não volte à Argentina

Presidente Jair Bolsonaro pede que empresários ajudem Macri na Argentina| Foto: EVARISTO SA/AFP

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que quer ver argentinos no Brasil “como turistas, não como refugiados” em fala a empresários no Congresso Aço Brasil, que reúne executivos do setor siderúrgico. Ao comentar o resultado das prévias da eleição presidencial na Argentina, Bolsonaro disse que antes não poderia tomar posição como se fosse um cabo eleitoral de Mauricio Macri. “Mas só o fato das primárias ter dado uma margem grande de vitória da chapa de Alberto Fernández e Cristina Kirchner, e como o mercado reagiu, isso pode ser revertido”, disse.

Bolsonaro pediu aos empresários que “colaborem” para que a “velha esquerda” não volte à presidência na Argentina. “Se o caminho for apoiar o Macri, vamos apoiar. O que não pode é voltar a esquerda”, comentou.”

“Escola é invadida e alunos são apunhalados com golpes de machadinha no Rio Grande do Sul


Um adolescente de 16 anos invadiu uma escola estadual, e desferiu golpes com uma machadinha contra pelo menos seis alunos e uma professora, na cidade de Charqueadas, região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O agressor ainda carregava um galão de gasolina e teria tentado atear fogo na escola, mas conseguiu fugir após a ação. Cerca de uma hora depois, o menor foi apreendido.

As vítimas não correm risco de morte, segundo o Correio do Povo, da capital gaúcha. Os golpes teriam sido desferidos na cabeça, mãos, costas e pernas dos alunos. O governador do estado cancelou compromissos para acompanhar o caso da escola invadida no Rio Grande do Sul.”