Irmãos são assassinados em Floresta do Araguaia

Ilustração

Na cidade de Floresta do Araguaia, ocorreu um duplo homicídio em que foram vítimas os irmãos Marcelo da Silva Santos e Eduardo da Silva Santos, 22 nos de idade, ambos naturais de Cândido Mendes (MA)

De acordo com informações, os irmãos foram assassinados a tiros dentro de uma kit-net que eles haviam alugado em Floresta do Araguaia, quando dormiam em redes, na quarta-feira (02/05), por volta das 02h45 da madrugada

A polícia de Floresta informou que Eduardo morreu no local do crime, enquanto Marcelo ainda foi levado com vida para o Hospital Regional de Redenção, mas acabou evoluindo a óbito.

Lula segue líder em pesquisa. Bolsonaro aparece em segundo

Uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, publicada pelo Jornal do Brasil coloca o ex-presidente Lula na liderança da corrida eleitoral com 27,6% dos votos, seguido de Jair Bolsonaro, com 19,5%.

Sem o petista, atualmente preso em Curitiba, o deputado federal assume o primeiro posto com 20,5%. A seguir, o segundo maior percentual é o de “nenhum candidato”, com 17,5%.

O levantamento ouviu 2.002 eleitores em 154 municípios brasileiros entre 27 de abril e 2 de maio. Confira as projeções nos dois cenários:

COM LULA

Lula: 27,6%

Bolsonaro: 19,5%

“Nenhum” candidato: 9,6%

Joaquim Barbosa: 9,2%

Marina Silva: 7,7%

Geraldo Alckmin: 6,9%

Ciro Gomes: 5,5%

Alvaro Dias: 5,4%

“Não sabe”: 3,2%

Manuela D’Ávila: 1,2%

Michel Temer: 1,1%

Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia não atingiram 1%

SEM LULA

Bolsonaro: 20,7%

“Nenhum” candidato: 17,3%

Marina Silva: 13,3%

Joaquim Barbosa: 11,2%

Ciro Gomes: 10,1%

Geraldo Alckmin: 8,4%

Alvaro Dias: 6,1%

Manuela D’Ávila: 2,1%

Michel Temer: 1,7%

Flávio Rocha: 1,00%

Guilherme Boulos, Henrique Meirelles, João Amoêdo e Rodrigo Maia não atingiram 1%.

(Com informações do Notícias Minuto)

Redenção tem o botijão de gás mais caro do Pará

Não foi só o preço médio do litro da gasolina que voltou a ficar mais caro no Pará. O valor do botijão de gás de cozinha de 13 kg também voltou a ficar mais caro, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (4) pelo Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA).

No ranking nacional, fechando os quatro primeiros meses do ano, o Pará foi o 10º Estado do país com o preço do botijão mais caro, chegando a ser comercializado em média a R$ 72,03, no mês de abril.

O estudo do Dieese/PA também analisou a trajetória de preço do botijão de gás comercializado nos demais municípios paraenses. No mês de abril, o município de Redenção foi o que comercializou o botijão de gás mais caro, custando R$ 90,75.

Veja os maiores preços do botijão comercializado nos municípios do Pará em abril:

1º Redenção: R$ 90,75

2º Xinguara: R$ 89,71

3º Parauapebas: R$ 86,67

4º Paragominas: R$ 86,33

5º Altamira: R$ 83,91

6º Itaituba: R$ 83,65

7º Bragança: R$ 82,00

8º Conceição do Araguaia: R$ 80,00

(DOL)

Com poucos recursos, Bolsonaro enfrenta limitações na pré-campanha

Mesmo antes do início oficial da corrida ao Planalto, aliados do pré-candidato pelo PSL, Jair Bolsonaro, admitem limitações pelo escassos recursos financeiros.

Por enquanto, Bolsonaro planeja gastar R$ 1 milhão na disputa. Não fala se sairá do próprio bolso. O valor, no entanto, pode mudar a depender de outros fatores como as doações.

Mesmo se o valor disponível aumentar, o candidato começará muito atrás de adversários de legendas mais estruturadas. O PSDB, de Geraldo Alckmin, por exemplo, promete desembolsar R$ 70 milhões para o tucano, limite de gasto permitido para campanha presidencial.

Já o PSL, de Bolsonaro, fala que destinará “pouca ou nenhuma” verba para o militar gastar no pleito.

Com recursos insipientes, poucas alianças a siglas maiores e uma equipe reduzida de assessoramento, o militar enfrenta obstáculos.

Um dos coordenadores da campanha e filho do capitão, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) admite que o pai atua como cabeça do próprio pleito, cuidando de assuntos cotidianos, como compromissos da agenda.

Escrivão Aclerson foi transferido para São Félix do Xingu

O escrivão da Policia Civil, Aclerson Estevão Dias da Silva, que há mais de cinco anos trabalhava na Delegacia de Polícia de Xinguara, foi transferido, a pedido, para São Félix do Xingu.

Foi durante os anos em que trabalhou em Xinguara, que Aclerson resolveu estudar advocacia na Faculdade de Ensino Superior da Amazônia Reunida (FESAR), em Redenção, vindo a se formar recentemente em advogado, com carteira da OAB.

“Por enquanto, eu vou trabalhando na minha função de escrivão de polícia, mas a minha vontade é fazer concurso para delegado”, falou Aclerson.

Polícia prende suspeitos de roubo

Dois indivíduos desconhecidos invadiram um escritório de advocacia localizado à Rua Cecilia Meireles, região central de Xinguara, na quarta-feira (02/05) por volta das 18 horas.

Fazendo uso de arma de fogo, os indivíduos ameaçaram uma das advogadas donas do escritório, que estava trabalhando no momento que os desconhecidos anunciaram o assalto e ordenaram que a vítima ficasse em baixo da mesa.

De acordo com o que foi relatado junto à Delegacia de Polícia de Xinguara, os ladrões subtraíram dois computadores notebook, um relógio Technos e dois aparelhos celular, pertencentes às donas do escritório.

Com o objetivo de elucidar o roubo, o delegado Max Muller e sua equipe de investigadores, formada pelos escrivães Paulo Cardoso e Hugo Deleon, e os investigadores Denis Lisboa, Alan Amorim, Daniel Serruya e Roger Lehmkuhl, passaram a investigar o caso para encontrar os suspeitos, haja vista que estavam de posse das características dos mesmos, assim como da motocicleta usada por eles no momento do roubo.

Por volta das 17h30 desta quinta-feira (03) os policiais lograram êxito ao efetuar a prisão dos possíveis suspeitos. Em poder deles a polícia encontrou um notebook, três aparelhos celulares, drogas  e outros objetos.

Câmara Municipal aprova contas do ex-prefeito Atil José de Sousa

Em sessão realizada na segunda-feira (30/04) a Câmara Municipal de Xinguara aprovou a contas do ex-prefeito Atil José de Sousa, referente ao exercício de 2004. Foram 11 votos a favor, 1 contra e 1 abstenção.

Atualmente morando em Palmas (TO), Atil não veio para o julgamento, deixou que os vereadores ficassem à vontade e sem qualquer interferência externa para deliberarem sobre o assunto.

Atil governou o município de Xinguara por dois mandatos. O primeiro foi de 1989 a 1992, o segundo de 2001 a 2004. Entre as principais obras de seu governo estão a Avenida Xingu, o Estádio J. Santos, o Centro de Convivência dos Idosos, a instalação e adequação da Rodoviária, a Feira Coberta, e a restauração e pavimentação de várias ruas, e outros.

Por perseguição politica, Dr. Atil resolveu deixar Xinguara, onde morou por 23 anos, para ir morar e trabalhar em Palmas. Lá ele se firmou como médico do Hospital Geral de Palmas (HGP), inclusive, chegou até a exercer a Diretoria Técnica desse hospital.

Em Palmas, Atil tem sido uma especie de anjo da guarda da população de Xinguara, que vão doentes e precisam de tratamento de saúde. Ele, como sempre o foi, procura ajudar a todos, sem distinção.

Mega-Sena acumula de novo e pagará R$ 22 milhões no sábado

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2036 da Mega-Sena, sorteado na noite desta quarta-feira na cidade de Xanxerê (SC). O prêmio, que era de R$ 20 milhões, acumulou e agora pode pagar R$ 22 milhões no próximo sorteio, no sábado.

As dezenas sorteadas foram: 07, 08, 19, 23, 27, 58

Segundo a Caixa Econômica Federal, 91 apostas acertaram a quina e levarão quase R$ 22 mil cada uma. Já a quadra teve 6.675 apostas ganhadoras, que receberão pouco mais de R$ 427 cada um. A arrecadação total ultrapassou os R$ 34 milhões.

Dois juízes do Pará são punidos pelo Tribunal de Justiça

O Tribunal de Justiça do Pará decidiu por unanimidade punir com penas de aposentadoria compulsória e de censura, respectivamente, os juízes Cesar Dias França Lins e Danielly Modesto de Lima Abreu.

De acordo com o entendimento dos desembargadores, os magistrados infringiram a Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman) e o Código de Ética da Magistratura Nacional.

No processo administrativo disciplinar instaurado contra o juiz Cesar Lins, consta que o magistrado infringiu o artigo 35 da Loman ao intervir em um julgamento e agir de forma agressiva e com desrespeito, descortesia e falta de urbanidade para com outro juiz, que estava presidindo a audiência. Ambos os magistrados atuavam na comarca de Marabá, sudeste paraense, na ocasião.

O mesmo juiz já havia sido condenado em outros cinco processos administrativos disciplinares, acumulando uma pena de advertência, três de censura e uma de disponibilidade.

A juíza Danielly Abreu foi punida por também infringir regras do magistrado. Os desembargadores entenderam que Danielly excedeu em mais de 100 dias, sem justificativa, os prazos para despachar ou sentenciar processos que já estavam finalizados em seu gabinete. (DOL).

Conceição do Araguaia: homem joga a mulher e as roupas dela no meio da rua

Talvez tenha sido por ciúme possessivo por parte do homem, que um um casal residente em Conceição do Araguaia, discutiu feio e foi parar na delegacia de Polícia, na terça-feira (01/05), por volta das 11 horas da manhã.

Segundo o que a mulher relatou, o marido dela chegou em casa e sem motivos aparentes começou a discutir grosseiramente com ela.  Que não satisfeito somente com a discussão, o homem pegou todas as roupas dela e jogou na rua. Em seguida, pegou ela pelo braço e a jogou no meio da rua, também.

Diante da confusão, a vítima chamou uma guarnição da Polícia Militar, que não demorou para chegar ao local, onde prendeu e levou o marido dela para a delegacia de polícia da cidade, para a autoridade policial competente tomar as providências sobre o caso.

Por questão de ética, o nome do casal foi preservado pela reportagem.