E a greve de caminhoneiros continua

Por: EM Notícias

As medidas anunciadas pelo presidente Michel Temer (PMDB) para tentar acabar com a greve dos caminhoneiros, não devem surtir efeito. Isso, porque, os manifestantes não ficaram satisfeitos com o pronunciamento e prometem continuar paralisados até, ao menos, a próxima quarta-feira, quando voltam a se reunir com representantes do Governo Federal.

Por meio das redes sociais, os caminhoneiros mostraram insatisfação com a proposta. Em um perfil do Facebook, chamado de Planeta Caminhão, um dos representantes da categoria explica as medidas anunciadas pelo presidente e afirma que o protesto continua. “Já sabemos de antemão que não aceitaram a proposta de 46 centavos. Por isso, a manifestação continua até quarta-feira, quando os caminhoneiros vão se reunir novamente com o Governo Federal”, disse. Segundo ele, uma manifestação popular também está prevista.

Partiu Rússia! Brasil rumo ao hexa.

fonte: Globo/esporte

Com batismo verde-amarelo, a delegação da seleção brasileira deixou o Rio de Janeiro ao fim da tarde deste domingo em busca do hexacampeonato mundial na Rússia. Mas, antes de chegar à terra da Copa, faz a primeira de duas escalas na Europa. Tite, Neymar e companhia viajam por cerca de 11 horas rumo a Londres. Previsão de chegada é às 7h30 local (3h30 de Brasília). Na segunda-feira, os jogadores treinam à tarde (a partir de 12h de Brasília), no CT do Tottenham Hotspur.

Minutos antes da decolagem, às 17h24 (de Brasília), houve uma cerimônia simbólica de despedida: caminhões dos bombeiros espirraram jatos de líquidos verde e amarelo sobre a aeronave para desejar boa sorte à Seleção.

O avião fretado pela CBF para levar a delegação brasileira a Londres é da empresa americana AirX e tem 90 lugares de primeira classe. O piloto e o copiloto são ambos estrangeiros: Ilias Sifogiorgakis e Glenn Clarke.

Apenas três jogadores dos 23 convocados por Tite para defender a Seleção na Copa do Mundo não embarcaram com a delegação. Marcelo, Casemiro e Firmino, que jogaram a final da Liga dos Campeões neste sábado, se apresentarão na próxima quarta-feira na capital inglesa. No próximo dia 3, a equipe de Tite fará amistoso contra a Croácia, em Liverpool. Os garotos Brenner e Vitinho viajaram juntos para ajudar nos treinos.

Temer anuncia redução de R$ 0,46 no litro do diesel por 60 dias

Fonte: G1/Globo

O presidente da República, Michel Temer, anunciou neste domingo (27) novas medidas para a redução no valor do diesel, em mais uma tentativa de por fim à paralisação dos caminhoneiros que já dura 7 dias e provoca desabastecimento em várias partes do país.

Entre as medidas anunciadas está a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias, e a isenção de pegamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios.

Durante o pronunciamento, foram registrados panelaços no DF, Rio de Janeiro e São Paulo.

Após o pronunciamento de Temer, o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) afirmou que essa redução de R$ 0,46 no preço do diesel custará ao governo R$ 10 bilhões e que os recursos serão cobertos pelo Tesouro via crédito extraordinário.

Na quinta (24), o governo já havia anunciado uma série de medidas para atender às reivindicações dos caminhoneiros e colocar fim à paralisação.

Entre as propostas estava a redução a zero da alíquota da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), em 2018, sobre o óleo diesel; e a manutenção, por 30 dias, de uma redução de 10% no valor do diesel nas refinarias, que havia sido anunciada pela Petrobras, redução pela qual a empresa seria ressarcida pela União.

O movimento do governo, porém, não surtiu efeito, e os caminhoneiros mantiveram a paralisação. Diante disso, Temer autorizou o uso das Forças Armadas para desbloquear as estradas e editou um decreto permitindo ao governo assumir o controle de caminhões.

De acordo com o presidente, a redução de R$ 0,46 no litro do diesel terá validade por 60 dias. A partir daí, os reajustes no valor do combustível serão feitos a cada 30 dias, decisão que, segundo Temer, visa dar mais “previsibilidade” aos motoristas.

O presidente informou que o corte de R$ 0,46 se dará com a redução a zero das alíquotas do PIS-Cofins e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) sobre o diesel.

Policiais federais manifestam apoio à greve dos caminhoneiros

Fonte: R7

A Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais) manifestou na noite deste domingo (27) seu apoio à paralisação dos caminhoneiros por todo o Brasil. O protesto contra o preço dos combustíveis completou uma semana.

Em nota assinada pela diretoria e o conselho de representantes, a Fenapef afirma que “caminhoneiros e cegonheiros fizeram manifestações em várias rodovias brasileiras em apoio à Polícia Federal e ao combate à corrupção”.

“É fato que o objeto de luta dos caminhoneiros também representa a vontade de todos os brasileiros. Assim, a luta da categoria é a nossa luta”, diz o documento.

“Uma vez preservados os atendimentos básicos da sociedade, desde hospitais até instituições de segurança pública, o movimento exerce legítima pressão por mudanças e estará longe de ser considerado pela sociedade como  irresponsável e/ou fora de controle”, relata o texto.

A federação disse ainda que acompanha com preocupação o desenrolar das negociações entre representantes dos caminhoneiros e membros do governo federal.

Nas redes sociais, reação à greve é positiva, aponta pesquisa

Fonte: R7

Nas redes sociais, o apoio à greve dos caminhoneiros tem sido grande, apesar dos transtornos à população, como o desabastecimento de combustíveis e de outros insumos pelo país. De acordo com monitoramento realizado pela empresa Torabit durante toda a quinta-feira (24) e até as 12h desta sexta-feira (25) 52,2% das menções sobre a greve dos caminhoneiros são positivas em relação ao movimento. Outros 37,8% são neutros e apenas 10% dos comentários são negativos.

As mulheres têm comentado mais sobre o movimento do que os homens, compondo 55,5% das reações captadas pela Torabit. O Estado que mais fala sobre o movimento dos caminhoneiros nas redes sociais é o Rio de Janeiro (que concentra 27,1% das interações), seguido por São Paulo (19,6%), Minas Gerais (10,1%) Rio Grande do Sul (5,4%) e Paraná (5,3%).

Petroleiros convocam dia de mobilização nesta segunda-feira

Por: CB

A dois dias da greve nacional de 72 horas marcada para começar à zero hora de quarta-feira, 30, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) convocou para esta segunda-feira, dia 28, um dia de mobilização em todas as unidades da Petrobras pelo País. A ideia é que os petroleiros não assumam seus postos no turno da manhã, informou o coordenador-geral da FUP, José Maria Rangel. Mobilizações do tipo já foram feitas neste domingo, 27, em seis refinarias e duas fábricas de fertilizantes, disse Rangel.

Segundo o líder sindical, a mobilização nacional desta segunda-feira funcionará como um “esquenta” da paralisação de 72 horas decidida pela FUP em reunião na tarde de sábado, 26. A ideia para a mobilização prévia não é parar a produção, por isso, os atos deverão se concentrar nos turnos da manhã.

Para Rangel, a pauta de reivindicações “dialoga” com os pedidos feitos pelo movimento grevista dos caminhoneiros e com uma preocupação da sociedade. “A sociedade está sendo penalizada pelos preços abusivos dos combustíveis”, afirmou Rangel, completando que o objetivo de alinhar os preços dos combustíveis internacionalmente seria uma estratégia da Petrobrás para vender refinarias.

Comandante do Exército afirma que ordem é negociar para ‘evitar conflitos’ na greve dos caminhoneiros

O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirmou neste domingo (27) pelo Twitter que a “diretriz operacional” para atuação de militares no desbloqueio de rodovias é negociar para “evitar conflitos”.

“Desejamos, o mais rápido possível, a solução desse desafio, a fim de mitigar as dificuldades crescentes da população. “Reafirmamos como diretriz operacional o foco no bem-estar social e na perene negociação para evitar conflitos entre os atores diretamente envolvidos”, escreveu o general.

Villas Bôas informou pela rede social que se reuniu na sala do alto comando do Exército com o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, e outros militares para uma vídeo-conferência com responsáveis por áreas de atuação na “solução da ‘greve dos caminhoneiros’.

Empresário diz ser dono dos R$ 51 milhões atribuídos ao ex-ministro Geddel

  • Fonte: UOL

Até hoje, quase nove meses depois da apreensão pela Polícia Federal de mais de R$ 51 milhões em dinheiro em um apartamento em Salvador, os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima não reivindicaram a propriedade nem deram explicações sobre a origem da fortuna.

Demorou, mas o suposto “dono” da fortuna finalmente apareceu. Contrariando a Procuradoria-Geral da República, que afirma em denúncia que o dinheiro tem origem em propinas da construtora Odebrecht, o empresário baiano Carmerino Conceição de Souza acha que é dele.

E diz mais: os R$ 51 milhões apreendidos no âmbito da operação Tesouro Perdido, em setembro, seriam parte de um montante de R$ 65 milhões que ele afirma ter repassado em dinheiro a um intermediário de Geddel – e do qual não recebeu a contrapartida acertada com o ex-ministro, uma carta-fiança da Caixa Econômica Federal para fundamentar um pedido de financiamento no valor de R$ 110 milhões junto ao BNDES. “Até hoje, não houve a aplicação”, disse.

Segundo Carmerino, a negociação foi acertada pessoalmente com Geddel “no final de 2012 ou início de 2013”, quando o ex-ministro era vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa.

Carmerino afirma “acreditar” que tenha os recibos dessa transação. “De qualquer forma, deve ter imagem de câmeras de segurança mostrando as entregas dos malotes. Já pedi isso à Caixa, mas eles não me atendem. Quando chego lá, parece que sou um fantasma.”

A Polícia Federal e a Procuradoria irão investigar se o dinheiro realmente pertence ao empresário, ou se Carmerino é apenas um laranja, usado pelos políticos para recuperar o dinheiro de forma legal.

Caminhoneiros completam sete dias parados e rodovias do Pará seguem parcialmente bloqueadas

Por: G1/Pará

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou 11 pontos de interdições parciais em rodovias federais paraenses, na manhã deste domingo (27). Primeira proposta do Governo Federal e de representantes da categoria, não deu fim as manifestações e a Secretaria de Governo estuda novas negociações.Nas rodovias estaduais, a Polícia Rodoviária do Estado confirma mais seis pontos de interdições. Além da região metropolitana de Belém, protestos atingem o nordeste e o sudeste do Pará. Manifestações chegam ao sétimo dia e afetam o abastecimento de supermercados, postos de combustíveis e outros serviços essenciais.

Os 11 pontos de bloqueios acompanhados pela PRF acontecem em seis BRs diferentes: o km 248 da BR-155, em Eldorado dos Carajás; os km 19, 25 e 27 na BR-316 nos dois sentidos, em Benevides; o km 128 da BR-230, em Marabá; o km 340 da BR-155, também em Marabá; o km 150 da BR-316, em Capanema; o km 274 da BR-010, em Mãe do Rio; o km 202 da BR-316, em Santa Luzia; e o km 778 da BR-158, em Santana do Araguaia, e BR 155 em Xinguara. Os caminhoneiros só deixam passar carros pequenos, ambulâncias e veículos com produtos perecíveis.

Já dos seis bloqueios monitorados pela PRE, dois são totais. Em Parauapebas, a PA-160, na saída de Canaã e em Goianésia, no km240 da PA-150 as interdições impedem qualquer veículo de passar. São registradas interdições parciais no km 100 da PA-275, em Parauapebas; no km 69 da PA-483, em Abaetetuba; no km 25 da PA-391, em Mosqueiro; e no km 12 da PA-256, em Paragominas.

Real Madri bate o Liverpool e conquista a Champions pela 13ª vez

Por: G1/Globo

Todos esperavam por Salah ou Cristiano Ronaldo, mas, para o bem ou para o mal, três jogadores que não estarão na Copa do Mundo foram os nomes da final da Liga dos Campeões. Benzema, preterido pela seleção francesa, e Bale, que não estará na Rússia com o País de Gales, garantiram a vitória por 3 a 1 sobre o Liverpool que deu o 13º título europeu ao Real Madrid, o terceiro em sequência. O outro nome da noite deste sábado em Kiev foi o goleiro dos Reds, Karius, responsável por duas falhas clamorosas, decisivas para o triunfo merengue. Já o melhor jogador do mundo teve atuação apagada, enquanto egípcio saiu machucado no primeiro tempo.

O Madrid amplia sua realeza na Europa. São 13 títulos no torneio mais importante do continente, três em sequência. O Milan, segundo maior vencedor, tem sete “Orelhudas”, enquanto o Liverpool, que não vence um troféu de peso desde a Champions de 2005, permanece com cinco – empatado em terceiro ao lado do Bayern de Munique.

Cristiano Ronaldo teve uma atuação apagada em Kiev, mas conquistou seu quinto título da Liga dos Campeões. São quatro pelo clube merengue e um pelo Manchester United, o que faz do português o jogador em atividade com mais taças da competição. Agora, ele entra em um grupo restrito de pentacampeões da Champions, mas ainda fica a um título do recordista Gento (vencedor seis vezes com a camisa do Real Madrid entre as décadas de 50 e 60).