Duas pessoas presas e um menor apreendido por furto, roubo e venda de motos

A Polícia Civil de Xinguara prendeu três pessoas , sendo uma delas menor, acusadas de furtar, roubar, adulterar sinais e vender veículos adquiridos ilegalmente por eles.

Uma motocicleta Yamaha, modelo Lander e várias peças de motos foram encontradas em poder dos acusados, que foram presos e em seguida liberados por estar fora do flagrante delito. Somente o menor foi flagrado de posse da motocicleta, no Racha Placa.

A operação que prendeu os acusados nesta segunda-feira (28/05) foi comandada pelo delegado de Polícia Civil de Xinguara, José Orimaldo da Silva e pelos investigadores Silva André, Edson e Roger.

Furto de camionete em Canaã dos Carajás

Uma camionete L200, cor marrom, placa QDZ 7531, ano/modelo 2015/2016, em nome de Valdete da Silva Couto, foi furtada na cidade de Canaã dos Carajás. O furto ocorreu no sábado (26/05), por volta das 14 horas.

A pessoa que registrou a ocorrência na delegacia de Canaã, relatou que deixou a camionete estacionada na PA 160, em frente ao Parque de Exposições da cidade, e quando foi pegar para ir embora, o veículo não estava no lugar.

Casal acusado de assassinato é preso em Rio Maria

 

A Polícia Militar de Rio Maria prendeu um casal acusado de assassinar à facada um homem chamado Gelton Vieira da Silva. O crime ocorreu na sexta-feira (25/05), por volta das 23 horas, em um bar localizado à Rua 18 esquina com a Av. 23, em Rio Maria.

A prisão dos acusados, Izídio e Gilneide, foi feito na manhã do dia seguinte, quando receberam voz de prisão da polícia e em seguida foram conduzidos para a Delegacia de Polícia da cidade para serem autuados em flagrante delito.

Reunião define estratégias para minimizar efeitos da greve no Pará

Por: Agência Pará

De acordo com o coronel André Cunha, secretário adjunto de Gestão Operacional, que esteve pessoalmente reunido com caminhoneiros na tarde deste domingo (27), a categoria garantiu que insumos serão liberados para abastecer as necessidades básicas da população.

Sobre o transporte de combustível, o coronel informou que o acompanhamento da situação é sistemático, de forma a priorizar os serviços essenciais, como a área da saúde, que está controlada.

Protesto em favor dos caminhoneiros continua em Xinguara, confira o que disse “Tiozão”

Tiozão

Em Xinguara lideranças do movimento que bloqueia parcialmente a BR 155, na saída da cidade, promete continuar protestando em favor da greve dos caminhoneiros, que entra no oitavo dia de paralisação em todo o país.

O apoio da população local tem sido importante para o movimento manter a rodovia bloqueada, já que se trata de uma ação que engloba todo tipo de despesa, principalmente, no quesito alimentação, sem contar o cansaço e o desgaste físico dos organizadores.

De acordo com “Tiozão”, um dos lideres do movimento, os comerciantes, fazendeiros e empresários tem ajuda com doações de carnes, água, refrigerantes, e outros produtos alimentícios.

Na opinião de “Tiozão”, a greve não é somente dos caminhoneiros, e sim do povo brasileiro, que abraçou a causa por considerá-la uma oportunidade de frear os desmandos que o Brasil atravessa, como corrupção, juros exorbitantes, política de preços altos, entre outros, que afetam o país e entristecem e revoltam o povo brasileiro.

“O povo não aguenta mais tanta roubalheira, tanta corrupção e sujeira dos nossos governantes. É preciso que se dê um basta em tudo isso. A greve é o caminho para chamar atenção de que quase tudo está errado neste país e precisa ser consertado o quanto antes”, desabafou Tiozão.

Ainda segundo “Tiozão”, a interrupção da rodovia BR 155, em Xinguara, vai continuar normalmente até que a greve seja dada por encerrada pelos caminhoneiros.

E a greve de caminhoneiros continua

Por: EM Notícias

As medidas anunciadas pelo presidente Michel Temer (PMDB) para tentar acabar com a greve dos caminhoneiros, não devem surtir efeito. Isso, porque, os manifestantes não ficaram satisfeitos com o pronunciamento e prometem continuar paralisados até, ao menos, a próxima quarta-feira, quando voltam a se reunir com representantes do Governo Federal.

Por meio das redes sociais, os caminhoneiros mostraram insatisfação com a proposta. Em um perfil do Facebook, chamado de Planeta Caminhão, um dos representantes da categoria explica as medidas anunciadas pelo presidente e afirma que o protesto continua. “Já sabemos de antemão que não aceitaram a proposta de 46 centavos. Por isso, a manifestação continua até quarta-feira, quando os caminhoneiros vão se reunir novamente com o Governo Federal”, disse. Segundo ele, uma manifestação popular também está prevista.

Partiu Rússia! Brasil rumo ao hexa.

fonte: Globo/esporte

Com batismo verde-amarelo, a delegação da seleção brasileira deixou o Rio de Janeiro ao fim da tarde deste domingo em busca do hexacampeonato mundial na Rússia. Mas, antes de chegar à terra da Copa, faz a primeira de duas escalas na Europa. Tite, Neymar e companhia viajam por cerca de 11 horas rumo a Londres. Previsão de chegada é às 7h30 local (3h30 de Brasília). Na segunda-feira, os jogadores treinam à tarde (a partir de 12h de Brasília), no CT do Tottenham Hotspur.

Minutos antes da decolagem, às 17h24 (de Brasília), houve uma cerimônia simbólica de despedida: caminhões dos bombeiros espirraram jatos de líquidos verde e amarelo sobre a aeronave para desejar boa sorte à Seleção.

O avião fretado pela CBF para levar a delegação brasileira a Londres é da empresa americana AirX e tem 90 lugares de primeira classe. O piloto e o copiloto são ambos estrangeiros: Ilias Sifogiorgakis e Glenn Clarke.

Apenas três jogadores dos 23 convocados por Tite para defender a Seleção na Copa do Mundo não embarcaram com a delegação. Marcelo, Casemiro e Firmino, que jogaram a final da Liga dos Campeões neste sábado, se apresentarão na próxima quarta-feira na capital inglesa. No próximo dia 3, a equipe de Tite fará amistoso contra a Croácia, em Liverpool. Os garotos Brenner e Vitinho viajaram juntos para ajudar nos treinos.

Temer anuncia redução de R$ 0,46 no litro do diesel por 60 dias

Fonte: G1/Globo

O presidente da República, Michel Temer, anunciou neste domingo (27) novas medidas para a redução no valor do diesel, em mais uma tentativa de por fim à paralisação dos caminhoneiros que já dura 7 dias e provoca desabastecimento em várias partes do país.

Entre as medidas anunciadas está a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias, e a isenção de pegamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios.

Durante o pronunciamento, foram registrados panelaços no DF, Rio de Janeiro e São Paulo.

Após o pronunciamento de Temer, o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) afirmou que essa redução de R$ 0,46 no preço do diesel custará ao governo R$ 10 bilhões e que os recursos serão cobertos pelo Tesouro via crédito extraordinário.

Na quinta (24), o governo já havia anunciado uma série de medidas para atender às reivindicações dos caminhoneiros e colocar fim à paralisação.

Entre as propostas estava a redução a zero da alíquota da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), em 2018, sobre o óleo diesel; e a manutenção, por 30 dias, de uma redução de 10% no valor do diesel nas refinarias, que havia sido anunciada pela Petrobras, redução pela qual a empresa seria ressarcida pela União.

O movimento do governo, porém, não surtiu efeito, e os caminhoneiros mantiveram a paralisação. Diante disso, Temer autorizou o uso das Forças Armadas para desbloquear as estradas e editou um decreto permitindo ao governo assumir o controle de caminhões.

De acordo com o presidente, a redução de R$ 0,46 no litro do diesel terá validade por 60 dias. A partir daí, os reajustes no valor do combustível serão feitos a cada 30 dias, decisão que, segundo Temer, visa dar mais “previsibilidade” aos motoristas.

O presidente informou que o corte de R$ 0,46 se dará com a redução a zero das alíquotas do PIS-Cofins e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) sobre o diesel.

Policiais federais manifestam apoio à greve dos caminhoneiros

Fonte: R7

A Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais) manifestou na noite deste domingo (27) seu apoio à paralisação dos caminhoneiros por todo o Brasil. O protesto contra o preço dos combustíveis completou uma semana.

Em nota assinada pela diretoria e o conselho de representantes, a Fenapef afirma que “caminhoneiros e cegonheiros fizeram manifestações em várias rodovias brasileiras em apoio à Polícia Federal e ao combate à corrupção”.

“É fato que o objeto de luta dos caminhoneiros também representa a vontade de todos os brasileiros. Assim, a luta da categoria é a nossa luta”, diz o documento.

“Uma vez preservados os atendimentos básicos da sociedade, desde hospitais até instituições de segurança pública, o movimento exerce legítima pressão por mudanças e estará longe de ser considerado pela sociedade como  irresponsável e/ou fora de controle”, relata o texto.

A federação disse ainda que acompanha com preocupação o desenrolar das negociações entre representantes dos caminhoneiros e membros do governo federal.

Nas redes sociais, reação à greve é positiva, aponta pesquisa

Fonte: R7

Nas redes sociais, o apoio à greve dos caminhoneiros tem sido grande, apesar dos transtornos à população, como o desabastecimento de combustíveis e de outros insumos pelo país. De acordo com monitoramento realizado pela empresa Torabit durante toda a quinta-feira (24) e até as 12h desta sexta-feira (25) 52,2% das menções sobre a greve dos caminhoneiros são positivas em relação ao movimento. Outros 37,8% são neutros e apenas 10% dos comentários são negativos.

As mulheres têm comentado mais sobre o movimento do que os homens, compondo 55,5% das reações captadas pela Torabit. O Estado que mais fala sobre o movimento dos caminhoneiros nas redes sociais é o Rio de Janeiro (que concentra 27,1% das interações), seguido por São Paulo (19,6%), Minas Gerais (10,1%) Rio Grande do Sul (5,4%) e Paraná (5,3%).