Piloto sequestrado com avião em MS é localizado e diz que foi levado por facção criminosa

Em depoimento à polícia, o piloto disse que foi obrigado a ir para o Paraguai e Bolívia, onde conseguiu fugir com a aeronave.
Avião que foi roubado de aeroporto em MS

Foram localizados nesta quarta-feira (19) o piloto sequestrado e o avião roubado no aeroporto municipal de Paranaíba, a 407 km de Campo Grande, no dia anterior. Ele pousou com a aeronave em Cáceres (MT).

De acordo com a Polícia Civil, o piloto prestou depoimento e disse que foi sequestrado por uma facção criminosa e obrigado a ir para o Paraguai e Bolívia, onde conseguiu fugir com o avião.

Até a publicação desta reportagem ainda não havia a informação do que exatamente o piloto fez ou se transportou algo durante o trajeto.

DECRETO DE ARMAS – Por 47 votos a 28, Senado derruba projeto do governo; Câmara vai decidir

O governo sofreu nova derrota: sete projetos de decretos legislativo sucumbiram
O plenário do Senado aprovou, na noite desta terça-feira, projetos que derrubam os decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro para flexibilizar o porte de armas. Sete projetos de decretos legislativos (PDLs) que revogam o decreto foram analisados em conjunto, com 47 votos favoráveis e 28 contrários.
Nos últimos dias, o governo fez intensa pressão para tentar evitar o resultado negativo, mas o movimento não foi forte o suficiente para reverter a tendência de derrota. A decisão ainda precisa passar pela Câmara para ter validade.
Os decretos alteraram o Estatuto do Desarmamento e, entre outros pontos, concedeu o porte a 20 categorias profissionais e aumenta de 50 para 5 mil o número de munições que o proprietário de arma de fogo pode comprar anualmente.

Prefeitura de Ourilândia anuncia demissão de servidores após suspensão das atividades do projeto Onça Puma

Justiça determinou o encerramento das atividades do projeto de mineração Onça Puma — Foto: Divulgação / ValeJustiça determinou o encerramento das atividades do projeto de mineração Onça Puma — Foto: Divulgação / Vale

Justiça determinou o encerramento das atividades do projeto de mineração Onça Puma — Foto: Divulgação / Vale

Após a última decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) em manter fechada a usina do projeto Onça Puma da mineradora Vale, a prefeitura de Ourilândia do Norte, sudeste do Pará, informou nesta terça-feira (18) que planeja para os próximos dias demitir 250 servidores. Além das demissões, dentro do planejamento da prefeitura está o fechamento de uma escola e dois postos de saúde da zona urbana.

Segundo a prefeitura, a perda de R$2 milhões de receita no mês inviabiliza vários serviços prestados a comunidade. Com isso Hospital Regional com 120 leitos que atenderia os municípios de Xinguara, Agua Azul do Norte, Ourilândia, Tucumã e São Felix do Xingu não será mais construído.

Com um investimento com cerca de R$ 3 bilhões de dólares, o projeto foi inaugurado em 2011, mas desde setembro 2017 as atividades estão suspensas por determinação da justiça. De acordo com o Ministério Publico Federal, a mineração teria prejudicado comunidades indígenas Kayapó e Xikrim que vivem na região.

Em nota a Vale disse que embora não tenha sido formalmente intimada, a mineradora tomou conhecimento de decisão proferida por desembargador do TRF1determinando a suspensão das atividades da usina onde era transformado o minério e, por esse motivo, decidiu pela interrupção das atividades de processamento em Onça Puma.

Entenda o caso

Três aldeias Xikrin da região do Cateté, no sudeste do Pará, entre as cidades de Ourilândia do Norte, Parauapebas e São Félix do Xingu, ficaram cercadas pela mineração. São 14 empreendimentos no total, extraindo cobre, níquel e outros minérios, todos de propriedade da Vale, alguns já implantados, outros em implantação.

A Onça Puma é um dos empreendimentos de extração e beneficiamento de níquel, implantado, segundo o MPF, sem o cumprimento da legislação ambiental. Em sete anos de atividade, o MPF aponta contaminação causada por metais pesados no rio Cateté, inviabilizando a vida dos cerca de 1.300 Xikrin.

Ainda segundo a ação do MPF, o povo Kayapó também é afetado. Casos de má-formação fetal e doenças graves foram comprovados em estudos independentes e agora estão sendo checados por peritos judiciais.

Jogador de futebol que atuava na Europa e família são vítimas de grave acidente na BR-155

 Thiago jogou a Série D do ano passado pelo Manaus — Foto: Emanuel Mendes Siqueira/Manaus

Thiago jogou a Série D do ano passado pelo Manaus — Foto: Emanuel Mendes Siqueira/Manaus

Um acidente entre uma caminhonete e um caminhão, na manhã desta terça-feira (18), deixou duas pessoas mortas e três feridas na rodovia BR-155, em Marabá, sudeste do Pará. Entre as vítimas estão o jogador de futebol paraense Thiago Brito, 26 anos, de 26 anos, que atua no Birkirkara, de Malta. que ficou ferido, e sua esposa Janecleide Almeida Maciel e a sobrinha de 10 meses, que morreram no local.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu às 10h, no quilômetro 325 da BR-155, próximo à barreira federal. O veículo estava sendo dirigido pela cunhada de Thiago, que também ficou ferida em estado grave. O Corpo de Bombeiros foi acionado para a retirada das vítimas dos veículos. Thiago, a cunhada e uma mulher ainda não identificada foram encaminhados para o Hospital Municipal de Marabá. O Instituto Médico Legal realizou a remoção dos corpo do local.

Acidente ocoreu na BR-155, em Marabá, sudeste do Pará — Foto: Reprodução/TV LiberalAcidente ocoreu na BR-155, em Marabá, sudeste do Pará — Foto: Reprodução/TV Liberal

Acidente ocoreu na BR-155, em Marabá, sudeste do Pará — Foto: Reprodução/TV Liberal

Segundo a PRF, de acordo com informações colhidas no local, o carro onde estava a família do jogador de futebol teria tentado desviar de um outro veículo que tentou realizar uma ultrapassagem irregular e por isso acabou batendo de frente com o caminhão que vinha na outra faixa da via.

Governo garante realinhamento salarial para delegados do Pará

Trabalhamos cada vez mais pela valorização de quem luta pela segurança de nossa população. Já este mês, honraremos o nosso compromisso de cumprir com a lei complementar 094, que permite o realinhamento dos salários dos delegados da Polícia Civil.

Posted by Helder Barbalho on Tuesday, June 18, 2019

Em reunião realizada na tarde desta terça-feira (18) com o delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Alberto Teixeira, o secretário da Segup, Ualame Machado, a titular da Secretaria de Administração (Sead), Hana Ghassan e representantes da Associacão de Delegados do Estado do Pará, o governador Helder Barbalho anunciou “realinhamento salarial” para os delegados da Polícia Civil do Pará categoria já a partir deste mês de junho.

Helder citou que a medida atende à Lei Complementar nº094, “que permite realinhamento salarial de  delegados, cumprindo ordem judicial, que deveria ter sido honrada até dezembro de 2018”.

Segundo Barbalho, isso “lamentavelmente não foi feito” pelo governo anterior, que, segundo ele, “sequer deixou previsão orçamentária” para tal.

“Nós reconhecemos o trabalho de todos, respeitamos a decisão judicial e não mediremos esforços para cumpri-la”, asseverou Helder Barbalho.

 

Brasil produziu 6,3 milhões de toneladas de carne no primeiro trimestre

A produção brasileira de carnes no primeiro trimestre de 2019 é rigorosamente igual ao do primeiro trimestre de 2018. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), que apontam que a produção, considerado o peso das carcaças,  somou 6,31 milhões de toneladas no período. Segundo o instituto, o volume de produção poderia maior, já que os abates de bovinos e de suínos aumentaram no período, mas o número foi prejudicado pelo abate de frangos, que caiu 2,3% no trimestre.

 Os dados indicam a produção de carne inspecionada por algum órgão oficial. A produção real, no entanto, é maior.

De janeiro a março deste ano, as indústrias de curtume adquiriram 8,5 milhões de couros para a industrialização. No mesmo período, passaram por inspeção nos frigoríficos 7,9 milhões de animais. Estima-se que, pelo menos 600 mil, foram abatidos sem a devida inspeção.

Foto: Divulgação  Apenas a produção de frango foi menor do que em 2018, com redução de 2,3% no volume produzido

Em

Frente parlamentar em defesa de Ananindeua

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Dr. Daniel Santos, anunciou no início da tarde a criação da Frente Parlamentar em Defesa dos Investimentos em Ananindeua, que vai acompanhar os recursos governamentais destinados ao município, o segundo maior do Pará em população. Ele adiantou, ainda, que tomará idêntica medida com os outros municípios paraenses. Subscreveram o projeto os deputados Victor Dias, Dilvanda Faro, Fábio Figueiras, Orlando Lobato, Delegado Caveira e Fábio Freitas. O prefeito Manoel Pioneiro participou do evento.

Chuva de meteoros que se aproxima pode destruir o planeta

 

zoom_out_map
 Reprodução

Uma chuva de meteoros que se aproxima da Terra está colocando em risco a existência de nosso planeta. É o que revelou um grupo de cientistas esta segunda-feira (17).

Trata-se do Enxame Beta Tauridas, que acontece anualmente entre 5 de junho e 18 de julho. Neste período irá passar pela Terra um amplo fluxo de destroços deixados pelo cometa Encke.

Os astrônomos acreditam que esta chuva de destroços possa conter grandes rochas espaciais e seja capaz de representar ameaça significativa à vida na Terra, como já aconteceu no passado.

Alguns cientistas pensam que uma destas rochas espaciais poderia ter sido a causa de um dos impactos mais destruidores nos últimos tempos.

Trata-se do assim chamado Evento de Tunguska – queda de um corpo celeste que aconteceu na região da Sibéria em 30 de junho de 1908. O impacto provocou uma grande explosão, devastando uma área maior do que a cidade de Londres, e derrubando 80 milhões de árvores. Na sequência do impacto, a onda de choque arremessou pessoas a 64 quilômetros.

Apoiador da Lava Jato, Thiago Lacerda adere ao “Lula Livre”

Crédito: Renato Rocha Miranda/CGCOM
Thiago Lacerda causou alvoroço nas redes sociais após desabafar sobre a situação política do País. O ator, que já tinha feito duras críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT) e apoiado a operação Lava Jato, criticou o ex-juiz e ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e aderiu ao movimento “Lula Livre”. Muitos internautas criticaram a atitude do artista.

“Reconheço aqui meus equívocos! Venho aprendendo muito com tudo isso nos últimos anos… Insistir em não entender, não aceitar que as coisas nem sempre são o que parecem ser, insistir em não resistir a tudo isso que aí está, explícito, é no mínimo antidemocrático!!! As máscaras caem por terra! Tudo Isso é MUITO grave! Que sejam apurados os fatos e julgados, todos, dentro do Ritual Democrático de Direito!”, escreveu o ator.

Número de pessoas com sobrepeso supera as que passam fome no mundo

Crédito: Motortion

Está acontecendo uma mudança radical do mapa da fome no mundo. O problema agora não é tanto a falta de comida, mas o alimento de má qualidade. Na ultima segunda 10, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) divulgou prévias de seu relatório que apontam para elevação do número de pessoas com sobrepeso em relação à quantidade de famintos. Segundo o diretor geral da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva, “pela primeira vez teremos mais pessoas obesas do que com fome”. As declarações foram feitas durante a abertura do Simpósio Internacional dos Alimentos, em Roma. O documento final sobre segurança alimentar, elaborado por várias agências da ONU, sairá em julho.

Hoje, mais de dois bilhões de adultos com dezoito anos ou mais estão acima do peso e mais de 670 milhões são considerados obesos. Além disso, o aumento da prevalência de obesidade entre 2000 e 2016 foi mais rápido do que o sobrepeso em todas as idades. Quanto ao número de famintos, a FAO estima em 821 milhões de pessoas.

Níveis de gordura

s vilões da obesidade, que envolve deficiências de micronutrientes, são os biscoitos recheados, salgadinhos de pacote, refrigerantes e o macarrão instantâneo, entre outros alimentos ultraprocessados. Esses alimentos são produzidos com ingredientes artificiais, contêm altos níveis de gorduras saturadas, açúcares refinados, sal e aditivos químicos e, em alguns casos, podem conter resíduos químicos de petróleo e carvão. “Agora a obesidade está em toda parte sem distinção entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos”, diz Graziano, que atribui esse fenômeno a mudanças de hábitos de consumo ligadas à urbanização e a dietas baseadas em fast-food.