Características das eleições municipais

Em outubro haverá eleições municipais. Mais de 153 milhões de eleitores de 5.570 cidades brasileiras escolherão prefeitos e vereadores. Essa eleição terá algumas características interessantes em relação às anteriores. O presidente Jair Bolsonaro saiu do PSL e trabalha pela criação de uma nova legenda, a Aliança pelo Brasil. Há chances de que a sigla não consiga ser viabilizada a até abril, tempo limite para concorrer. Portanto, esta deve ser a primeira vez, desde a redemocratização, que o partido do presidente da República estará fora do pleito. Sem envolvimento direto na campanha, não haverá como “testar” a capacidade de transferência de voto de Bolsonaro.

Sem a presença direta do presidente na eleição, esse pleito será ainda mais local do que normalmente. Problemas que afetam o dia a dia de determinada localidade serão mais importantes que assuntos de cunho nacional. Embora alguns grandes centros, como São Paulo e Rio de Janeiro, possam envolver atores nacionais, as questões inerentes aos municípios é que dominarão a campanha. Como consequência, será prematuro, a partir de seus resultados, fazer projeções para a eleição presidencial de 2022. Não é porque um candidato A que apoiou um candidato B em determinada cidade, por mais importante que ela seja, e o candidato B venceu que isso fará do candidato A um nome competitivo na eleição seguinte, seja para senador, governador ou presidente. Porém, não há dúvidas de que a eleição municipal poderá revelar algumas questões cruciais para candidatos e partidos, permitindo que eles possam ajustar suas estratégias para 2022.

 

O Pará avança com Helder no comando

O Pará como se sabe vive um momento político estável e de grande avanço econômico e desenvolvimentista que o coloca entres os estados da federação com maiores perspectivas de crescimento a curto prazo, isso se deve em parte as potencialidades naturais do estado, mas sobretudo, o empenho do governador Helder Barbalho em adotar ações transformadoras voltadas para a promoção da industrialização,  inclusão social, econômica e políticas da classe trabalhadora e produtora.

Desde que assumiu o governo, há um ano e três meses, Helder vem impondo uma política agregadora de boas ações, capaz de gerar auto estima e bem-estar na população paraense, que vê no governador um forte aliado de seus interesses fundamentais e projetos de vida.

Helder tem se mostrado uma figura de proa da política paraense, que não foge das responsabilidades que lhes são conferidas como governador do estado. Seu espírito facilitador e conciliador, tem servido para unir os quatro cantos do Pará, que antes empunhavam a bandeira da redivisão territorial, alegando ausência e abandono por parte do poder público estadual.

Com Helder no poder tem sido diferente, não se ver mais ninguém falando em dividir o estado, também não se faz mais necessário, pois sua marcante presença e atuação, levando  desenvolvimento por todo o Pará, dá à população a certeza de que está sendo bem assistida e suas reivindicações atendidas, principalmente nas áreas da educação, saúde, infraestrutura e segurança pública, sem contar outras ações de cunho especificamente social desenvolvida pelo seu governo.

Assim caminha o governo de Helder Barbalho, legítimo, trabalhador, incentivador, defensor dos direitos humanos e da natureza. Um homem humilde, bom pai, bom filho, bom marido, bom amigo e ótimo representante do povo do Pará.

Por: Edmar Brito

 

 

Quase 70% dos brasileiros estão muito preocupados com o Coronavírus

Segundo pesquisa feita pela Toluna, a percepção dos brasileiros a respeito do surto de coronavírus é grande: 97% das pessoas já sabem o que é o coronavírus e 67% afirmam que estão pelo menos muito preocupados com a doença

Almoço coloca 30 pessoas em observação por suspeita de coronavírus.

 Segundo pesquisa feita pela Toluna, a percepção dos brasileiros a respeito do surto de coronavírus é grande: 97% das pessoas já sabem o que é o coronavírus e 67% afirmam que estão pelo menos muito preocupados com a doença.

O estudo, que ouviu 1.006 pessoas, fez perguntas sobre a percepção que elas têm a respeito do surto de coronavírus e, entre os pesquisados, mais de 67% afirmam que estão pelo menos muito preocupados com a doença. 21% se dizem apenas preocupados, 9% pouco preocupados e somente 2% dizem que não estão nada preocupados.

Das pessoas que afirmam ter algum tipo de apreensão sobre o Covid-19, 67% dizem que por enquanto não estão preocupados consigos mesmos, membros de sua família e amigos, mas se afligem pelo mundo em geral. Já 17% estão receosos por seus familiares e amigos que viajam bastante, e 12% estão angustiados pela própria saúde.

Secretário de Guedes participa de grupo que organiza atos contra o STF e o Congresso

Carlos da Costa, integrante do governo, está em um grupo de Whatsapp que conta com empresários e blogueiros bolsonaristas onde articulam os atos em apoio a Bolsonaro e contra as instituições; investidor anunciou que financiará manifestações

O secretário Carlos da Costa (Divulgação)
Reportagem da jornalista Vera Magalhães publicada no BR Político, nesta quarta-feira (26), aponta que o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, faz parte de um grupo de WhatsApp chamado “Mkt Bolsonaro” onde estão sendo articulados os atos em apoio ao governo e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Na terça-feira (25), uma reportagem também de Vera Magalhães mostrou que o próprio presidente Jair Bolsonaro enviou vídeos, através de seu WhatsApp pessoal, convocando apoiadores para o ato que atenta contra as instituições.

No grupo “Mkt Bolsonaro”, estão presentes, além de Carlos da Costa, blogueiros bolsonaristas, comentaristas políticos, empresários e investidores. Um desses investidores é Otavio Fakhoury, financiador do site Crítica Nacional. Em conversa com integrantes do grupo no último dia 21, Fakhoury anunciou que financiaria os atos pró-Bolsonaro e contra o Congresso e o STF.

Em uma discussão com um membro do “Vem Pra Rua”, o investidor disse que vai ajudar a “pagar o máximo de caminhões que puder”. “Não vou deixar esses canalhas derrubarem esse governo”, completou, em referência aos parlamentares do Congresso Nacional.

Eduardo Bolsonaro questiona se povo choraria caso bomba atingisse Congresso

Crédito: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) atacou a jornalista Vera Mangalhães e afirmou que ela tenta “criar atrito” entre o Congresso e o presidente Jair Bolsonaro. Por meio do Twitter, o parlamentar comentou uma postagem da jornalista em que ela destaca uma declaração de Bolsonaro feita em 2018.

Nesta quarta-feira (26), políticos e autoridades têm criticado o presidente por ele ter compartilhado um vídeo convocando manifestações contra o Congresso. O vídeo exibe a facada que o então candidato à Presidência sofreu em Juiz de Fora (MG) em setembro de 2018, para dizer que o presidente “quase morreu” para defender o País e que agora precisa “que as pessoas vão às ruas para defendê-lo”.

A mensagem que acompanha o vídeo afirma: “- 15 de março/Gen Heleno/Cap Bolsonaro/O Brasil é nosso, não dos políticos de sempre”. Mais cedo, Bolsonaro respondeu às manifestações contrárias à divulgação do vídeo afirmando se tratar de “troca de mensagens de cunho pessoal, de forma reservada”. “Qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”, afirmou.

Política em destaque

Situação vai mesmo de Moacir

Com a decisão dada a favor de Moacir, pelo prefeito Osvaldinho Assunção, Xinguara que tinha sete pré-candidatos agora caiu para quatro, já que os outros dois pré-candidatos da base do prefeito, Vilmones e Janaina, até onde se sabe, terão que seguir o candidato Moacir. Outro pré-candidato a prefeito, Dr. Rivelino (PT), já havia desistido de concorrer. Os pré-candidatos agora são: Amarildo, Dr. Moacir, Enric e Roberto da Yamaha.

Dito e Adair os decanos da câmara

Os vereadores Dito do Cinema e Adair Marinho são os dois decanos do poder legislativo de Xinguara. Dito tem cinco mandatos consecutivos e Adair quatro. Eles estão trabalhando para se reelegeram nas eleições de outubro deste ano. Os vereadores Olair Reis, Manga e Jacó, com dois mandatos consecutivos cada um, também seguem firme em pré-campanha eleitoral. Os demais vereadores da Casa:  Ébia, Irmão Zeca, Cleomar, Leandro, Edelton, Vilmar e Roberto, cumprem o primeiro mandato, sendo que Edelton já havia sido vereador no passado.

Toni Cunha ou Tião Miranda

Em Marabá é muito difícil alguém tirar a reeleição do prefeito Tião Miranda. Dizem que ele é um político impopular e por isso não deveria ser reeleito, mas Tião responde às críticas com obras em toda cidade, marcando sua posição de prefeito trabalhador e bom pagador. Quem está disposto a destronar Tião, é o deputado estadual Toni Cunha, ex vice de Tião, que vem lhe fazendo forte oposição e pode ser uma pedra no sapato do gestor marabaense.

Caveira em ação

O Deputado Delegado Caveira recebeu a denúncia que foi protocolada na Câmara Municipal de Abaetetuba, a qual exige o afastamento urgente do atual prefeito, Alcides Eufrasio da Conceição Negrão, mais conhecido por Chita ou Romário, ao qual se atribui improbidade na gestão da municipalidade, através de conchavos com empresários para o desvio de recursos públicos através de fraudes em licitação e contratações. O parlamentar de posse do mesmo documento cobra dos representantes daquela Casa de Leis do Município que apurem com o máximo rigor e que apliquem a sanção devida com o consequente afastamento do cargo. Posição que não se admite ser ocupada por pessoas desonestas e que agem no intuito de dilapidar o dinheiro público!

Repercussão: RBA afasta repórter por falta ética política e profissional

O vereador Joaquim Campos atacou violentamente a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de São Paulo, em plena sessão da Câmara Municipal de Belém, hoje, usando termos de cunho sexual para desqualificar a profissional. Desrespeitou a vereadora Nazaré Lima (Psol) e os vereadores Toré Lima (PRB) e Fernando Carneiro (Psol), que protestaram contra as suas ofensas. A plenária estava sendo presidida pela vereadora Simone Kawage (PRB), 2ª vice presidente da CMB, que vergonhosamente deu guarida às palavras nojentas de Joaquim Campos.
O governador Helder Barbalho reagiu rapidamente e de maneira digna: repudiou com veemência, na condição de homem, pai, esposo e filho, e também como governante, a conduta de Joaquim Campos, salientando a falta de ética política e profissional, além da barbárie cometida pelo vereador que se intitula profissional de comunicação.
Por sua vez, o Grupo RBA, que emprega Joaquim Campos como apresentador de programas de TV há mais de uma década, divulgou nota anunciando o seu afastamento e repudiando “atitudes e manifestações ofensivas, preconceituosas e de misoginia, que venham a ferir a dignidade humana e a honra das pessoas”.

Política em destaque

Carlinhos da eletrônica

O micro-empresário Carlinho da Eletrônica, que tentou por duas vezes ser eleito vereador e não conseguiu, disse que pode tentar mais uma vez. É bom lembrar que todos as vezes que se candidatou, Carlinho foi muito bem votado. Quem sabe se ele mudar a estratégia de campanha, fazendo diferente das outras, não acabe se elegendo? É o que ele está pensando no caso de se candidatar.

Candidata Repórter

A publicitária Marly Oliveira enviou mensagem para a redação deste site informando da pretensão de se candidatar a vereadora por Xinguara. Ela acha que pode chegar lá por ser bastante conhecido perante a população, por causa do trabalho que desempenha como repórter na Rádio Xinguara.

Ribamar Som da Pedra

O advogado Dr. Ribamar Som da Pedra, que foi candidato a prefeito na eleição passada, se manifestou publicamente que vai disputar uma vaga de vereador nas eleições de outubro deste ano, provavelmente pelo MDB, segundo se comenta nos bastidores políticos da cidade. Como candidato a prefeito, Ribamar conseguiu obter mil votos.

 Água Azul do Norte

Em Água Azul do Norte já se sabe que o prefeito Renan Lopes Souto e seu Vice Netinho, vão para a reeleição. Concorrerão com eles a advogada Dra. Cátia e o Pecuarista Vandin. Pelas informações que temos, a volta de Renan ao MDB está quase certa, faltam detalhes. É bom deixar claro que Renan foi sempre um fiel escudeiro do MDB, assim, o bom filho à casa torna.

 

PF avisa Supremo que ministros podem ser alvo de ataque terrorista

A Polícia Federal informou, ao Supremo Tribunal Federal (STF), que os ministros da Corte podem ser alvo de ataques terroristas. A informação chegou por meio do ministro Alexandre de Moraes, que conduz um inquérito contra ataques à Corte.

Moraes repassou a informação para o presidente do Tribunal, ministro Dias Toffoli, que enviou ofício aos demais magistrados solicitando que reforcem a segurança pessoal. A informação sobre o alerta foi publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. A reportagem do Correio confirmou com fontes no STF a existência do Supremo ofício apertando os integrantes do plenário.
De acordo com a publicação, os agentes da PF interceptaram comunicações do grupo terrorista na deep web, camada mais profunda da internet que só é possível acessar via convite ou tendo acesso a endereços específicos.
O grupo teria se inspirado nos autores do ataque contra a escola Tasso da Silveira, de Realengo, no Rio de Janeiro. O atentado deixou 13 crianças e adolescentes mortos em abril de 2011. Nas conversas, os terorristas falam que o acesso aos ministros é simples, inclusive o acesso visual, e que haveria poucas barreiras para um atentado.

Política de Xinguara em destaque

Helder faz inaugurações em Xinguara

O governador Helder Barbalho visitou Xinguara na tarde de quinta-feira (13/02) para inauguração de 400 casas do Projeto Minha Casa Minha Vida, cujos recursos foram adquiridos por ele quando era ministro da Integração Nacional. Mais tarde o governador inaugurou a agência nova do Banpará, e ainda participou da entrega de Cheques Moradia para moradores de Xinguara. Helder disse que no mês de junho voltará para inaugurar a escola técnica da cidade.

PT de Xinguara desiste de candidatura própria

O Partido dos Trabalhadores (PT) desistiu de lançar candidatura própria à prefeito de Xinguara, optando em apoiar a candidatura de Amarildo Paulino (MDB). O PT já tinha o advogado Dr. Rivelino Zarpellon como pré-candidato, mas resolveu desistir e apoiar Amarildo.

Davi ainda acredita em candidatura

Com as contas reprovadas pela Câmara Municipal de Xinguara, o ex-prefeito José Davi Passos (PCdoB) corre o risco de não conseguir se candidatar a prefeito, mas os seus advogados garantem que ele, apesar de ter as contas reprovadas, não está inelegível perante a lei. Assim, Davi segue alimentando a esperança de concorrer a vaga de prefeito nas eleições deste ano, mas se isso não for possível, já adiantou que vai apoiar o candidato do MDB. Davi já foi prefeito de Xinguara por dois mandatos consecutivos.

Dr. Moacir poderá ser o escolhido

Para os entendidos em política, fica cada vez mais claro que o médico, Dr. Moacir Pires de Farias será o candidato a ser escolhido pelo prefeito de Xinguara Osvaldinho Assunção para disputar as eleições de prefeito em outubro. Quem foi à solenidade de entrega das casas populares observou o quanto isso ficou demonstrado, principalmente depois que Osvaldinho convidou Dr. Moacir para subir no palanque das autoridades e ir diretamente cumprimentar o governador Helder Barbalho.

Mais de duzentos candidatos a vereador

Todos querem ser vereador, mas o difícil é chegar lá. É sem dúvida uma das eleições mais difícil de se conseguir, principalmente quando se tem candidatos demais para vagas de menos. Quem já disputou uma eleição de vereador sabe bem do que estamos falando. Para as 13 vagas de vereador de Xinguara, devemos ter mais de duzentos candidatos esse ano, todos acreditando ganhar uma das vagas. Sonhar não custa nada, o bom mesmo é participar da grande festa da democracia do país.