Após greve dos caminhoneiros Frigoríficos voltam a funcionar em Xinguara

Após a paralisação de 11 dias por causa da greve dos caminhoneiros, as unidades frigoríficas de Xinguara voltam a funcionar com todo logística de transporte e abate de animais.

De acordo com Atílio, gerente do Frigorífico Mafripar, a empresa voltou a funcionar normalmente na sexta-feira (01/06), mas ressaltou que a exportação de carnes para os mercados interno e externo ainda enfrenta dificuldades, principalmente por conta dos boatos de novas manifestações de caminhoneiros.

Já o Frigorífico Xinguara começa a abater na segunda-feira (4). Pelo menos essa foi a informação do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Xinguara (Aciapa), Alfredo Soffa, após uma conversa que teve com os encarregados do frigorífico neste final de semana.

A reportagem não conseguiu contato com o Frigorífico Valêncio, mas com certeza a unidade também não terá problemas para abater seus animais, mesmo com todos os efeitos trazidos pela greve dos caminhoneiros.

Senadores veem aumento da gasolina como deboche de Michel Temer

Fonte: blog do Ismael

Os senadores Roberto Requião (MDB-PR) e Lindbergh Farias (PT-RJ) denunciaram o deboche de Michel Temer ao reajustar em 2,25$ o preço da gasolina neste sábado (2).

O senador Requião afirmou que a Justiça, “ao invés de penalizar os ladrões”, resolveu multar petroleiros que fizeram greve para reduzir o preço do combustível.

“Gasolina aumenta 2,25% na refinaria. Ao invés de penalizar os ladrões, TST multa absurdamente petroleiros que fazem greve para reduzir o preço do combustível.
A justiça a serviço de quem?”, disparou o emedebista.

Incêndio: pai morreu tentando salvar o filho deficiente das chamas

Fonte: DOL

Quando viu as chamas se alastrarem pelas casas, o autônomo Pedro Furtado do Espírito Santo, 58 anos, correu para socorrer o filho, que estava dentro da sua residência. O jovem usa muleta e cadeira de rodas para se locomover. Eram 19h de quarta-feira (30) quando a primeira residência começou a incendiar, na passagem Serrão de Castro no Guamá. Em poucos minutos, a vila, que fica próxima da avenida José Bonifácio, ficou tomada pelas chamas. 15 casas foram consumidas.

Pedro salvou o filho, mas, infelizmente, acabou não conseguindo sair do local e morreu carbonizado. O corpo foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros ainda durante a noite e removido para o Instituto Médico Legal (IML), onde será realizado um exame de DNA na próxima segunda-feira (4), já que não foi possível fazer o reconhecimento facial ou pelas impressões digitais.

Em menos de quatro horas três homicídios aconteceram em Rio Maria, nesta sexta-feira

Por: Isnaldo Alves

Três horas depois de um homem chamado Vagno Oliveira ter sido assassinado, outros dois homicídios aconteceram na cidade de Rio Maria, nesta sexta-feira (01/06), todos por uso de arma de fogo.

No primeiro crime, que aconteceu por volta das 20 horas, Vagno teria sido perseguido por dois homens em uma motocicleta até a morte.

Já nos crimes seguintes, consta que dois homens também em uma motocicleta Honda Titan, cor preta, se aproximaram dos dois rapazes que estavam sentadas no meio fio, na porta de casa, e mandaram que eles se levantassem e em seguiram dispararam contra os dois que morreram no local.

A reportagem conseguiu apurar que as vítimas se chamam Ricardo e Ademir. As mortes dos dois aconteceram por volta das 23h30, na Rua Frei Gil, setor Vila Nova, em Rio Maria. O delegado Carlos César (foto) está à frente das investigações dos crimes.

 

Morador de Rio Maria é morto à tiros na cidade

Por: Isnaldo Alves

Foi através de informações de populares que a polícia ficou sabendo que um homem teria sido assassinado em matagal, no Bairro Parque da Liberdade em Rio Maria, nesta sexta-feira, por volta das 20 horas, e se tratava de crime de homicídio, em que foi vítima Vagno Oliveira.

Segundo o Delegado Carlos César, ele e seus investigadores Edson Ozires e Igor Pamplona, verificaram ao chegar no local do crime que a vítima em questão já estava em óbito, e que informações preliminares davam conta que Vagno teria sido perseguido por dois homens em uma motocicleta, os quais efetuaram vários disparos de arma de fogo no corpo dele que resultaram na sua morte.

Pelo que foi apurado, a vítima tinha problemas com a justiça estava em liberdade provisória condicionada.

Por fim, o Delegado afirmou que a Polícia Civil fará todo os esforço para solucionar esse crime e prender os culpados.

Saiba o que é permitido e o que é proibido na propaganda eleitoral pela internet.

É permitido

A Lei das Eleições e a Resolução nº 23.457/15 do TSE determinam as regras para a propaganda eleitoral. A propaganda eleitoral na internet pode ser feita através de: site do candidato, do partido ou da coligação, com endereço eletrônico informado à Justiça Eleitoral e hospedado em provedor de internet localizado no Brasil, mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, partido ou coligação (desde que tenha a opção de descadastramento no prazo máximo de 48 horas), blogs, redes sociais, sites de mensagens instantâneas com conteúdo produzido ou editado pelo candidato, partido ou coligação.

É proibido:

Qualquer tipo de propaganda eleitoral paga na internet, propaganda eleitoral, mesmo que gratuitamente, em sites de pessoas jurídicas, propaganda eleitoral em sites oficiais ou hospedados por órgãos da Administração Pública (da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios), venda de cadastro de endereços eletrônicos, propaganda através de telemarketing, em qualquer horário, atribuição errada de autoria de propaganda a outros candidatos, partidos ou coligações. Quem descumprir algumas dessas regras pode ter que pagar uma multa no valor de R$ 5.000,00 a R$ 30.000,00, além de poder responder a processo criminal e civil, conforme o caso.

Ivan Monteiro será presidente interino da Petrobras

Por: CB

O diretor financeiro da Petrobras, Ivan Monteiro, foi escolhido pelo conselho da administração da companhia para ser o presidente interino. Ele ocupará o posto após Pedro Parente deixar o cargo na manhã de hoje. Monteiro está na estatal desde 2015 e era braço direito do então presidente Aldemir Bendine, hoje preso pela Operação Lava-Jato.

O executivo é empregado de carreira do Banco do Brasil, do qual foi vice-presidente Gestão Financeira e de Relações com Investidores. Inclusive, se aposentou na instituição financeira, antes de migrar para a Petrobras. A escolha de Monteiro é vista com bons olhos pelo mercado.

Dia da Imprensa: Parabéns aos jornalistas e comunicadores de Xinguara

Hoje 1º de junho, Dia da Imprensa, queremos aproveitar a oportunidade para externar as nossas sinceras admirações por todos que fazem parte da imprensa xinguarense (rádios, jornais, revistas, blogs, sites, TVs, e etc), que lutam pela preservação da liberdade de expressão e de imprensa, pautando seus trabalhos com ética e isenção sem favorecer nenhum lado em uma reportagem.

Convém lembrarmos que aqui Xinguara foi criado o Dia Municipal da Imprensa através de um projeto de lei de autoria do ex-vereador Cícero Oliveira Almeida, “Cição”, ficando o dia 1º de junho para ser comemorado com uma Sessão Solene na Câmara de Vereador.

Sendo assim companheiros e amigos,  não poderíamos deixar de felicitar aos nossos confrades jornalistas e a todos profissionais de Xinguara que se utilizam dos meus de comunicações de forma responsável e ética para divulgar os fatos e acontecimentos da nossa cidade.

PF investiga boatos de novos protestos

Por: Correio de PE

Após a repercussão nas redes sociais de um boato a respeito de uma possível paralização dos caminhoneiros na próxima segunda-feira (4), o ministro da Segurança Pública Raul Jungmann informou que um inquérito da Polícia Federal será estabelecido para investigar a situação.

A origem do boato teria sido identificada nesta sexta-feira (1º), a partir de uma conversa com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, o general Sérgio Etchegoyen. Jungmann afirmou que não existiria uma argiculação para refazer o movimento. Para ele, na realidade, estão tentando criar um clima de ansiedade e preocupação através da divulgação de fatos sem fundamento.

Constituição não prevê intervenção militar

Fonte: Terra

De acordo com os especialistas, diferentemente do que argumentam militantes polítcos que defendem a intervenção, a Constituição não prevê qualquer cenário em que militares possam assumir o poder, ainda que com missão e prazo delimitados.

“Qualquer intervenção em que os militares assumam o poder equivaleria a uma ruptura institucional e a um golpe de Estado”, diz Daniela Teixeira, vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Distrito Federal.