Tensão na Globo. Palmeiras não aceita ganhar menos que ninguém

O Palmeiras firme no motim contra a Globo. Pode ficar fora da teve aberta

A Globo nunca passou por um sufoco tão grande.

Jamais, em pleno Natal, não teve a certeza de que não teria o direito de transmitir os jogos do atual campeão nacional no Brasileiro do próximo ano.

E é exatamente o que acontece.

Erro grave de avaliação da cúpula da emissora carioca, que acreditou estar o presidente Mauricio Galiotte blefando.

Desde março, há nove meses, não se levou a sério o recado do dirigente palmeirense, que não só não aceitaria receber 20% a menos nas transmissões pela tevê aberta e pelo pay-per-view, por ter assinado com o Esporte Interativo pelos jogos a serem mostrados nos canais a cabo.

Galiotte não só não aceitava o ‘castigo’, como, por exemplo, o Santos aceitou.

O dirigente avisou que queria a certeza que ganharia, no mínimo, o mesmo que Corinthians e Flamengo, na aberta e no pay-per-view.

Luxemburgo detona críticos de técnicos mais velhos e ‘modismos’

Vanderlei Luxemburgo ainda estuda propostas para voltar ao futebol em 2019

Ainda com o futuro indefinido na carreira, o técnico Vanderlei Luxemburgo se mostra disposto para voltar à ativa na temporada de 2019. O treinador está fora do futebol desde que foi demitido do Sport, no em 2017. Exigente, ele contou em entrevista ao R7 que está avaliando propostas e só pretende retornar caso acredite no projeto que lhe for oferecido.

“Estou vendo se vai aparecer alguma coisa boa para fazer um trabalho legal. Mas, se for para ficar tomando porrada, colocar o meu nome e não acontecer nada, prefiro ficar em casa. Tem algumas sondagens de fora, de seleções de alguns países, de times do exterior também. Teve do Brasil, mas nada que entendesse como bom”, revelou o técnico.

De personalidade forte e poucas papas na língua, Luxemburgo detona parte da imprensa esportiva e outros críticos que desvalorizaram o trabalho de treinadores mais velhos ao cobrar uma reformulação da categoria.

“A imprensa impõe regras. Diz que você não pode trabalhar, que jogador não pode mais jogar nesse time, tem que ser transferido, que os treinadores mais velhos estão acabados, ultrapassados. Só que tem espaço pra todo mundo. Não se determinam regras”, enfatizou.

Quanto vai ganhar um suplente

Até 31 de janeiro,  pelo menos 20 suplentes vão substituir seus titulares eleitos para cargos no Executivo ou contemplados com cargos nos governos estadual e federal no Congresso. Durante o mandato-tampão em que as duas Casas legislativas estarão em recesso, eles receberão vencimentos que podem chegar a quase R$ 72 mil, informa o Estadão.

Os suplentes têm direito ao salário de R$ 33,7 mil e ainda poderão acumular outros benefícios, como auxílio-moradia, de R$ 3,8 mil. Quem assumir a suplência pela primeira vez, poderá ainda receber o equivalente a mais um salário, de R$ 33,7 mil, como ajuda de custo para início do mandato, o chamado auxílio-mudança. Uma vez empossados, os suplentes terão direito também à cota parlamentar – que varia de R$ 30,7 mil a R$ 45,6 mil dependendo do Estado de origem

Jovem mata padrasto para defender a mãe que era agredida pelo companheiro, em Marabá

Um jovem matou o padrastro para defender a mãe, em Marabá, sudeste do Pará, na segunda-feira (24). A vítima estaria alcolizada agredindo a companheira, quando foi flagrado pelo enteado. Hartenildo de Souza Aguiar, 34 anos, morreu no local.

De acordo com a Polícia Civil, ele foi atingido por quatro golpes de faca. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando a equipe médica chegou Hartenildo já havia morrido.

O jovem, enteado da vítima, se apresentou espontaneamente na Seccional de Marabá. A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso.

Carreta de minério esmaga carro e mata duas pessoas na PA-150

Dois homens morreram esmagados, dentro de um carro, por um caminhão que transportava minério de ferro, na madrugada desta terça-feira (25). As vítimas foram identificadas como Jaime Pinheiro Martins, 42 anos, e José Aparecido Mendes, 57.

O acidente ocorreu em Tailândia, nordeste do estado, na PA-150, a aproximadamente 17 km do perímetro urbano da cidade. Segundo testemunhas, o caminhão carregado de minério seguia no sentido Marabá/Barcarena quando capotou a carga sobre o veículo ocupado pelas vítimas.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e o trabalho para tirar os corpos das ferragens entrou pela madrugada, o que foi possível com a ajuda de voluntários.

O motorista do caminhão não foi localizado. Na rodovia é possível notar as marcas de um local onde, possivelmente, o caminhão derrapou, saindo da pista, antes de bater no veículo menor.

Padre sertanejo vem sendo alvo de denúncias por excesso de ironias

Reprodução Rede Vida

O comportamento do padre sertanejo, Alessandro Campos, em seu programa de TV e nas redes sociais vem causando indignação por parte dos telespectadores e seguidores. Ele é conhecido como uma pessoa irônica, que fala palavrões e ostenta riqueza.

Na edição de terça-feira (18), do programa “Viva a Vida”, o padre falou para a plateia: “Eu não posso mais falar que vocês são velhas. Embora vocês tenham 80 anos, eu tenho que falar que vocês são novinhas”.

Ainda em tom de ironia ele prosseguiu durante a programação na TV católica: “Boa noite minhas novinhas! Vão à merda todas vocês”.

O padre disse em entrevista ao Uol que o tom que usa durante suas apresentações é brincadeira e negou as acusações de desrespeito e maus tratos.

Receita de costela com mandioca para sua ceia de Natal

Receita de Costela com Mandioca

INGREDIENTES:

  • 1,5 kg de costela bovina
  • 1,5 kg de mandioca
  • 2 dentes de alho picadinho
  • 1 tomate picadinho
  • 1 cebola picadinha
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1/2 pimentão verde picado
  • 1 cubo de caldo de costela
  • 1/2 xícara (de chá) de salsinha e cebolinha picada
  • 1 colher (sobremesa) de colorau
  • Sal e pimenta a gosto
 MODO DE PREPARO:
  1. Na panela de pressão, frite a costela cortada em pedaços.
  2. Em seguida adicione o alho e a cebola e deixe fritar.
  3. Adicione o tomate e o pimentão e refogue mais um pouco.
  4. Coloque água até cobrir a carne, o caldo de costela, metade da salsinha e da cebolinha, pimenta do reino e sal a gosto.
  5. Mexa e tampe a panela de pressão.
  6. Deixe cozinhar por 40 minutos em fogo baixo após o inicio da fervura.
  7. Depois retire do fogo e aguarde sair a pressão ceder.
  8. Acrescente a mandioca, cubra com água quente e deixe cozinhar por mais 30 minutos.
  9. DICA: Deixe a panela aberta, e vá mexendo de vez em quando e acrescentando água quente quando for precisando. O ideal é que a mandioca fique se desmanchando.
  10. Depois é só acerta o sal e servir com o restante da salsinha e cebolinha picada por cima.

Ídolo corintiano, meia Danilo é anunciado pelo Vila Nova-GO

Danilo já posou com a camisa do Vila Nova-GO, rival do clube que o revelou

Ídolo da torcida corintiana, um dos principais responsáveis pelos títulos da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes de 2012, o meia Danilo vai jogar a temporada de 2019 pelo Vila Nova-GO. O anúncio do clube goiano foi feito nesta segunda-feira (24) pelas redes sociais.

“Com grande satisfação, anunciamos nosso mais novo reforço para 2019: o multicampeão e artilheiro Danilo. Seja muito bem-vindo ao Vila Nova”, diz o comunicado da equipe alvirrubra de Goiânia.

Funai pede reforço após ataque a base de proteção a índios isolados

Funai pede reforços para índios de área isolada

A Funai (Fundação Nacional do Índio) pediu reforço da Polícia Militar do Amazonas e do Exército depois que homens armados atacaram uma base de proteção a índios isolados da Terra Indígena Vale do Javari, no oeste do estado do Amazonas, próximo à fronteira com o Peru.

Em nota divulgada nesta segunda-feira (24), a Funai confirmou que na madrugada do último sábado (22) homens não identificados alvejaram um flutuante da fundação e trocaram tiros com policiais militares que participavam de uma operação de rotina para coibir a ação ilegal de caçadores, pescadores.

Bolsonaro vai deixar parte da velha mídia à mingua

A Folha voltou a abordar a questão dos caraminguás para publicidade nos veículos de comunicação.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) jura que irá rever a “farra publicitária” promovida por bancos públicos (Caixa e Banco do Brasil) e estatais como a Petrobras.

O capitão reformado do Exército afirma que terá uma comunicação direta com a população, por meio das redes digitais, sem o intermédio da velha mídia.

Bolsonaro terá no primeiro ano de governo R$ 150 milhões para gastar em propaganda, equivalente a 16% do valor que dispunha Dilma Rousseff (PT) quando assumiu.

Entretanto, conforme mapeamento da equipe de transição, bancos e estatais trituram anualmente mais de R$ 2 bilhões em publicidade.

Se Folha e Globo serão mantidos fora do “bolo publicitário”, como já avisara antes Bolsonaro, mas a farra será apenas da Record, do pastor Edir Macedo, e do SBT, de Silvio Santos.