Cientistas dizem ter achado a ‘cura definitiva’ para o câncer

Cientistas israelenses que trabalham na empresa Accelerated Evolution Biotechnologies (AEBi), fundada no ano 2000, dizem ter conseguido criar um composto capaz de “curar completamente” o câncer em menos de um ano. A informação foi divulgada pelo jornal israelense The Jerusalem Post.

“Acreditamos que daqui a um ano teremos a cura completa para o câncer. Ela será eficaz desde o primeiro dia, durará algumas semanas e não terá efeitos colaterais sérios, além de ter um custo muito menor do que a maioria dos tratamentos existentes no mercado”, comenta o pesquisador Dan Aridor, diretor do conselho da AEBi, em entrevista para o periódico.
O tratamento está sendo chamado de MuTaTo (multi-target toxin, ou toxina de múltiplos alvos, em tradução livre) e consiste numa espécie de “antibiótico” contra o tumor, segundo o cientista.

Chuva deixa 5 mortos, causa deslizamentos e quedas de árvores no Rio

Equipes trabalham para retirar ônibus atingido por deslizamento na Avenida Niemeyer — Foto: Alba Valéria Mendonça/G1

Equipes trabalham para retirar ônibus atingido por deslizamento na Avenida Niemeyer — Foto: Alba Valéria Mendonça/G1

Cinco pessoas morreram e uma está desaparecida depois da tempestade da noite da quarta-feira (6) no Grande Rio. A forte chuva acompanhada de ventania causou apagões, derrubou árvores, alagou vias e fechou a Avenida Niemeyer, onde um trecho da ciclovia desabou.

Dois ônibus foram atingidos por deslizamento de terra e árvore na Avenida Niemeyer. Em um deles, uma mulher morreu e outra pessoa é procurada. A mulher que morreu estava sentada atrás do banco do motorista, que conseguiu sair do veículo e teve escoriações. Com a força do deslizamento de terra, o ônibus foi jogado contra a mureta da avenida e invadiu a ciclovia.

Duas retroescavadeiras são usadas nos trabalhos. Os bombeiros tentam tirar uma árvore que está em cima do ônibus, exatamente no local onde estaria uma pessoa.

Deeputada federal Elcione Barbalho participa de reunião sobre Brumadinho

“Agora à tarde participei da primeira reunião da Comissão Externa da Câmara que trata do desastre em Brumadinho. Foi divulgado o plano de trabalho da comissão externa, que terá duas etapas. Na primeira etapa, estão previstas uma visita técnica a Brumadinho na próxima sexta-feira (8), envio de requerimentos de informações a empresas e órgãos de fiscalização, levantamento de proposições legislativas e análise da legislação nacional e internacional ligada à segurança de barragens. Na segunda etapa dos trabalhos, a comissão externa pretende vistoriar in loco várias barragens de rejeitos no Brasil e no exterior, apresentar propostas de aperfeiçoamento da legislação e elaborar sugestões de ações práticas a serem encaminhadas a vários órgãos. Vamos continuar lutando aqui na Câmara para que o nosso Projeto de Lei 3563/15 seja aprovado e que tragédias causadas por rompimentos de barragens não ocorram mais”.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas

Senador Zequinha Marinho é escolhido coordenador da bancada paraense no congresso nacional

O senador Zequinha Marinho foi eleito pelos deputados federais e demais senadores paraenses para coordenar a bancada do Pará no Congresso Nacional. Seguindo a regra definida pela bancada – que é composta por 17 deputados federais e três senadores – a coordenação será partilhada com o deputado Éder Mauro (PSD). A bancada do Pará no Congresso Nacional, integrada por 17 deputados federais e três senadores

Ministro Sérgio Moro recebe relatório de CPI das Milícias do Pará

O Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, recebeu em mãos o relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Milícias do Pará ao fim de uma audiência na Câmara dos Deputados, realizada nesta quarta-feira (6).

O documento foi entregue pelo deputado federal Edmilson Rodrigues, que disse se tratar de uma lista com, pelo menos, 60 criminosos milicianos, entre eles militares da ativa e da reserva, do exército e alguns civis. “Eles operam assassinando pessoas, fazendo o terror na capital, na Região Metropolitana e em vários municípios do estado do Pará”, concluiu.

Ainda de acordo com o parlamentar, a expectativa é que o relatório possa ser considerado “na elaboração e aperfeiçoamento” da proposta de combate ao crime do governador Helder Barbalho.

Doze cachorros morrem em Belém após consumirem ração

Doze cachorros morreram após consumirem uma ração supostamente contaminada de estabelecimentos em Belém. As mortes chamaram a atenção da Polícia Civil, que abriu um inquérito para apurar o caso.

A história começou com um denunciante que tinha dois cachorros. Ele viajou e deixou o cunhado para que os alimentasse enquanto estava fora. No dia seguinte, os animais estavam mortos. Acreditando que poderia ser causas externas, como ladrões que mataram os animais, o denunciante doou as rações para o cunhado e outros familiares.

Eles também alimentaram os seus respectivos cães, mas foram surpreendidos com cada um convulsionando momentos antes de morrer; apenas um sobreviveu.

Segundo o titular da Delegacia de Fauna e Flora, o delegado Claudio Gomes, além dos seis cães mortos da família, mais seis mortes foram denunciadas por suspeita de envenenamento.

Os locais onde as rações foram compradas já foram identificados. Na avaliação do delegado, os alimentos aparentavam estar bem conservados, em um ambiente refrigerado e com iluminação adequada.

Justiça nega pedido da Vale para retomar Onça Puma, em Ourilândia, no Pará

Reuters

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) negou recurso no qual a mineradora Vale pedia retomada das operações da mina e da usina do empreendimento Onça Puma, no sul do Pará, e a suspensão dos depósitos mensais às comunidades indígenas xikrin e kayapó. As informações foram repassadas pelo Ministério Público Federal no Estado na última quarta-feira (6).

A Vale informou que recorreu da decisão, requerendo o retorno da atividade de mineração “com base nos laudos elaborados por peritos judiciais que comprovam a inexistência de relação entre a suposta contaminação do rio Cateté e as atividades desenvolvidas na mina de Onça Puma”.

A decisão da Justiça foi tomada na última sexta-feira (1º) e ocorre em meio às consequências do rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora em Brumadinho (MG). A paralisação das atividades em Onça Puma foi determinada em novembro do ano passado por supostos danos ambientais e à saúde no sul paraense.

Quase 80 mil candidatos fazem prova do Detran no próximo domingo

Arquivo / Agência Pará

Quase 80 mil pessoas farão a prova do concurso do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) no próximo domingo (10). Organizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), o certame oferece 100 vagas para nível médio, sendo 66 pra o cargo de agente de fiscalização de trânsito e 34 para agente de educação de trânsito. No primeiro, 26.332 pessoas se inscreveram para a vaga; no segundo cargo foram 53.060 inscritos.

Nota de Repúdio: OAB do Pará manifesta apoio a advogados de Xinguara

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Pará, e o Colégio de Presidentes de Subseções manifestam total solidariedade ao conselheiro seccional e ex-presidente da subseção da OAB em Xinguara, Cícero Sales da Silva, e à advogada Dayanne de Sousa Moraes, que foram alvos de ameaças e tentativa de coação praticadas por um agropecuarista daquela região.

Nossa instituição jamais irá tolerar condutas que atentem contra o livre exercício profissional e desrespeito às prerrogativas de advogadas e advogados paraenses. Desde quando o caso veio à tona, todas as medidas necessárias para prestar todo apoio aos profissionais estão sendo tomadas pelo Sistema OAB-PA, especialmente pela Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas.

Para reforçar nossos esforços para salvaguardar os direitos da advogada e do advogado ameaçados, contamos com a dedicação, mobilização e experiência de conselheiros seccionais, presidentes e integrantes de subseções da região sul e sudeste do Pará, de modo que as denúncias sejam apuradas e todos os fatos esclarecidos e solucionados o mais breve possível.

A OAB-PA sempre zelou pelo Estado Democrático de Direito e a observância dos direitos previstos na Constituição Federal, tampouco admitiu o emprego da violência para a solução de conflitos ou divergências de qualquer natureza. Portanto, a Ordem não aceitará que advogadas e advogados recebam intimidação ou ameaça em razão do exercício profissional.

É lamentável que em pleno século XXI cidadãos ainda tentem solucionar problemas decorrentes de atividades econômicas única e exclusivamente por meio de instrumentos violentos e argumentos intimidatórios. A OAB-PA é uma histórica defensora dos direitos sociais e trabalhistas e não descansará enquanto todas as providências cabíveis sejam adotadas pelas autoridades judiciais e policiais a fim de coibir posturas que afrontem a dignidade da advocacia paraense.

Belém, 05 de fevereiro de 2019
Alberto Campos
Presidente da OAB-PA
Colégio de Presidentes de Subseções

Equipes já estão em campo no 13º dia de buscas em Brumadinho

Equipes já estão em campo no 13º dia de buscas em Brumadinho
Cerca de 380 homens deram início aos trabalhos no 13º dia de buscas na região onde uma barragem da mineradora Vale se rompeu, em Brumadinho (MG). De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do estado, além do efetivo, as equipes contam com o auxílio de 21 máquinas pesadas e quatro caminhões.
O último balanço da Defesa Civil de Minas Gerais aponta 142 mortos na tragédia, sendo que 122 já foram identificados. Três pessoas permanecem hospitalizadas e 194 ainda não foram localizadas – entre funcionários da Vale, terceirizados que prestavam serviços à mineradora e membros da comunidade. Há também 103 desabrigados.