Home / Ciência & Saúde / Pará registra mais de 1.900 casos de AVC em 2019

Pará registra mais de 1.900 casos de AVC em 2019

O Pará é o estado com maior registro de internações por Acidente Vascular Cerebral (AVC) na Região Norte, com cerca de 60%, de acordo com o Ministério da Saúde. Só em 2019, aproximadamente 1.900 sofreram AVC, também conhecido como derrame cerebral, no Pará.

O dia 29 de outubro é a data nacional escolhida de prevenção à essa doença, que pode muitas vezes passar despercebida. O derrame cerebral acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou rompem, inibindo a circulação sanguínea e ocasionando na paralisia do cérebro. Existem dois tipos de AVC, o hemorrágico e o isquêmico, que podem ser identificados por meio de um exame de tomografia de crânio.

O AVC é causado por uma interrupção do fluxo sanguíneo em parte do cérebro. — Foto: Banco de ImagensO AVC é causado por uma interrupção do fluxo sanguíneo em parte do cérebro. — Foto: Banco de Imagens

O AVC é causado por uma interrupção do fluxo sanguíneo em parte do cérebro. — Foto: Banco de Imagens

Para ajudar a identificar se alguém está sofrendo do mal, os médicos recomendam que sejam realizadas três atividades simples: sorrir, dar um abraço e cantar uma música. Caso a pessoa não consiga executar as atividades, ela deve ser encaminhada com urgência ao hospital.

Entre os sintomas do AVC estão a fraqueza ou formigamento de rosto, mãos, pernas, principalmente em um único lado do corpo, alteração na fala ou compreensão, perda de visão, equilíbrio ou coordenação, tontura e dor de cabeça súbita. A doença pode ser prevenida através de uma adoção de hábitos saudáveis, praticar exercícios físicos e manter uma alimentação regular.

Check Also

Ao ir ao banheiro, homem puxa verme de 10 metros de dentro dele

O tailandês Kritsada Ratprachoom teve uma experiência extremamente desagradável ao usar o banheiro. O homem …