Home / Notícias / Paraibano é o quarto radialista morto no país em 2018

Paraibano é o quarto radialista morto no país em 2018

O radialista Severino Faustino Almeida Neto foi assassinado no início da tarde desta quarta-feira (24), em Cubati, no agreste da Paraiba. A Polícia Militar foi acionada por volta das 14 horas para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo. De acordo com o levantamento da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), paraibano é o quarto radialista morto no país em 2018.

A principal linha de investigação da Polícia Civil é de que a morte tenha sido motivada por dívidas. “Segundo familiares, a vítima tinha muitos inimigos e muitas dívidas. Muitos credores vinham cobrá-lo”, afirma um investigador de polícia.

O radialista já teria registrado queixas anteriores de pessoas que o cobravam por dívidas. “Segundo a família, eram referentes a compras de veículos.” A polícia não descarta, porém, motivações políticas para o homicídio.

No início da tarde de quarta-feira (24), dois supeitos chegaram à casa da vítima em uma moto vermelha de 150 cilindradas. Segundo a polícia, a vítima não conhecia os homens, que estão foragidos. A polícia acredita que os suspeitos não sejam da cidade porque, segundo testemunhas, não usavam máscaras e capacetes.

Check Also

Supremo manda suspender investigação de Queiroz e outros servidores, diz MP

O Ministério Público do Rio informou que uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu …