Home / Política / PDT instaura processos e suspende Tabata Amaral e outros sete deputados

PDT instaura processos e suspende Tabata Amaral e outros sete deputados

A Executiva Nacional do PDT decidiu abrir processos disciplinares contra a deputada federal Tabata Amaral (SP) e outros sete integrantes da bancada do partido que votaram a favor da reforma da Previdência. Todos estão suspensos de suas representações partidárias até a conclusão dos processos. Estima-se que a sigla levará até 60 dias para decidir se os políticos serão punidos.

Os deputados suspensos não poderão se manifestar em nome do partido nem participar de comissões da Câmara. O Diretório Nacional do PDT havia fechado questão, em março, contra a votação da reforma da Previdência apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro. Desrespeitar uma decisão da sigla nessas circunstâncias pode acarretar até a expulsão dos dissidentes.

Check Also

Jader propõe emendas para socorrer universidades federais

 | Divulgação O governo federal encaminhou ao Congresso Nacional proposta que prevê o remanejamento de …