NOTÍCIAS

A difícil trafegabilidade pelas BRs 158 e 155

Está cada vez muito difícil trafegar pelas BRs 158 e 155 pelo estado que elas se encontram, com buracos e trechos sem asfalto, causando muitos prejuízos como cortes de pneus, consumo maior de combustível, gasto de tempo três ou quatro vezes mais e perigo de acidentes.

Na BR 158, o pior trecho é entre o distrito Casa de Tabua e Redenção, num total de 110 quilômetros. Por lá, uma carreta carregada de soja, pode gastar até cinco horas de viagem.

Já na BR 155, que liga Redenção à Marabá, os 100 quilômetros até Xinguara, também tem longos pedaços sem asfalto e muitos buracos na pista. Um automóvel gasta duas horas para cruzar esse trecho.

Motoristas também reclamam do trecho de 40 quilômetros entre o distrito Rio Vermelho, no município de Xinguara, à cidade de Eldorado dos Carajás. Esse pedaço da rodovia está completamente acabado, situação que gerou, há duas semanas, revolta de moradores e motorista que se manifestaram bloqueando a estrada e pedindo providências das autoridades, mas logo a justiça mandou fazer o desbloqueio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo